;
Menu

Coluna / Recursos Humanos / Oportunidade com a Crise!

Segundo informações do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) o Brasil fechou 115.599 vagas formais de trabalho em maio de 2015. Foi a primeira vez em que as demissões superaram as admissões em um mês de maio desde 1992, segundo dados históricos do próprio ministério do trabalho, o saldo negativo é resultado de 1.464.645 admissões contra 1.580.244 demissões no mercado de trabalho.

Mesmo dentro do quadro negativo das admissões, muitas das oportunidades destas admissões foram oportunidades, com ganhos reais de salário e benéficos em plena crise do país.

Oportunidade na crise, como entender este fenômeno?

Estes fenômenos ocorrem com os ajustes naturais de cargos e vagas, com base na necessidade das empresas realizarem seus ajustes de custos para permanecerem no mercado, ou seja, demitem funcionários com maiores salários e quando necessitam ajustar seu quadro muitas destas novas contratações, tem menores salários e benefícios. Mas é justamente neste processo, que ocorrem os ganhos reais para muitos novos contratados, pois este novo contratado também dentro do ajuste do mercado de trabalho advém de oportunidades anteriores que ganhavam menos.

Foto Ilustrativa: singulari.com.brFoto Ilustrativa: singulari.com.br

Ex.: Uma empresa ao demitir um gerente de R$ 5.500,00 mensais e contratar um de 4.000,00 é muito comum que o novo entrante que vai ganhar R$ 4.000,00 saiu de uma vaga anterior que lhe pagava R$ 3.000,00, ou seja, a crise que gera desconforto, preocupação, insegurança também gera oportunidades para muitos.

Atente-se para as novas oportunidades na crise.

Mantenha se atualizado e informado em sua área de atuação.
Aceite novos desafios, esteja aberto a negociações.
Esteja pronto para mudanças e adaptações
Entenda o contexto geral e o contexto da sua realidade profissional.

Durante a crise:

Troque o pessimismo, por novas tentativas.
Analise todas as suas possibilidades profissionais.
Fique atento aos sinais do mercado, especificamente em sua área.
Reinvente-se, adapte-se, faça ajustes e não se desanime!
Lembre-se: A própria crise dita regras de novos perfis profissionais, proporcionando novas oportunidades para quem está preparado para o novo!



Bacharel em Administração pela UNIFEMM – Pós-Graduado em Gestão Estratégica de Pessoas pela faculdade
SENAC – BH – Obtenção de novo título em Psicologia - Consultor RH – Especialista em Gestão estrategica de Pessoas
Analista Profiler - Consultor em Sete Lagoas e região da Rede de Recrutadores do Brasil.
Adminitrador da agência APOLO – www.APOLO.srv.br 
Diretor de Com. e Eventos CDL- Sete Lagoas.



Publicidade
Publicidade

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar