Menu

Coluna / Cultura Pop / Logan

Ontem eu fui ver Logan e pensei que ia assistir um filme, mas acabei indo para um velório!

Já começo pedindo perdão aos fãs se alguma opinião minha for desleal ao contexto do mundo Marvel e afins.

Um filme lindo, cheio de sangue, ódio, ação e cabeças rolando / Foto: highsnobiety.comUm filme lindo, cheio de sangue, ódio, ação e cabeças rolando / Foto: highsnobiety.com

A produção é baseada no quadrinho "Velho Logan", passado em 2029. Wolverine, já debilitado pela idade, ganha a vida como chofer de limousine para cuidar do professor Xavier, que também sofre as consequências do tempo. Logan é procurado por Gabriela (Elizabeth Rodriguez, aquela atriz que interpreta a Aleida Diaz em Orange is the new Black, a mãe da grávida...Enfim..), uma mulher mexicana que requer a ajuda do ex-X-Men. Ao mesmo tempo em que se recusa a voltar à ativa, ele é confrontado por um mercenário, Donald Pierce (Boyd Holbrook, aquele ator que fez o policial Steve Murphy em Narcos, lembram? Foi ele que corria atrás de Pablo Escobar...), interessado em “algo” que Gabriela “possui”: a menina Laura Kinney / X-23. 

Pra quem não assistiu, vale a pena! Um filme lindo, cheio de sangue, ódio, ação e cabeças rolando. Não sei até onde o termo "lindo" se aplica à "cabeças rolando", mas quando se trata do Wolverine, é de se esperar.





Graduada em Publicidade e Propaganda, pós-graduada em Rádio e TV. Ilustradora, designer, metida a sinuqueira e telespectadora assídua de séries e filmes em alta velocidade.





Links patrocinados