Menu

Coluna / Cultura Pop / Bloco Unidos do Netflix

Olá amigos “serieneiros”! Meu papo reto de hoje não são para as pessoas que vão atrás do bloco sob um sol escaldante, bebendo cerveja quente e pegando sapinho. Venho aqui em nome da paz e com algumas dicas para você passar este carnaval em grande estilo em frente do seu aparelho transmissor de séries.

Foto: Divulgação Foto: Divulgação

Dica 1: Open bar e open food.

O lance aqui é comer qualquer coisa que consiga mastigar por um certo tempo e não encher tanto. Os olhos estarão focados na telinha, portanto, sabor e quantidade não serão atentos. Sabia que é possível fazer pipoca no micro-ondas com aquela normal de pacotinho simples de 3 reais que costuma estourar na panela? Um pacote rende bastante e o sabor é o mesmo! Coloque a quantidade desejada num recipiente de vidro com um pouco de água e tampe com filme plástico. Faça uns furinhos e ligue o micro-ondas até estourar e você achar que está bom. Fácil, econômico e saudável.

Dica 2: Finalmente, o que assistir.

Já que a brincadeira é fantasiar, que tal ativar o lado policial e bandido que há dentro de você? Separei 3 opções com fugitivos, crimes e muita perseguição:

La Casa de Papel: a bendita série que todos estão falando! Uma trama espanhola, sobre um grupo de assaltantes que decide invadir a Casa da Moeda da Espanha e imprimir seu próprio dinheiro antes de deixar o local. Eles tomam dezenas de reféns e antecipam boa parte dos planos dos órgãos de polícia local.

The end of the f***ing the world: com uma temporada somente e episódios curtinhos de 20 minutos, ela é envolvente e viciante. Sabe aquelas histórias que acontece uma coisa e isso vai virando uma bola de neve? Então! A série mostra James, um jovem de 17 anos que acredita ser psicopata e que tem o sonho de matar alguém, e de Alyssa, uma colega de turma rebelde, mal-humorada, que vê em James uma hipótese de escapar da sua atual vida pessoal.

Gênios do crime: Um filme! Viu só? Eu não falo somente de seriados! A comédia gira em torno de Dave, um guarda noturno de uma companhia de carros que organiza um dos mais ousados assaltos a banco da história norte-americana. Mesmo sem ter experiência e contando com a ajuda dos colegas mais atrapalhados, ele consegue roubar 17 milhões de dólares. Baseado em uma história real. É hilário e você fica pensando como pode ter acontecido de verdade.

Seja qual for sua opção de diversão deste feriado, desejo um ótimo divertimento e até a próxima.

Graduada em Publicidade e Propaganda, pós-graduada em Rádio e TV. Ilustradora, designer, metida a sinuqueira e telespectadora assídua de séries e filmes em alta velocidade





Links patrocinados