Menu

Brasil ultrapassa marca de 300 mil pessoas infectadas e 20 mil vítimas do novo coronavírus.

O Brasil ultrapassou nesta quinta-feira, 21, a marca de 300 mil pessoas infectadas e 20 mil vítimas do novos oronavírus. Segundo dados do Ministério da Saúde, o país tem 310.087 casos e 20.047 mortes por covid-19. Mais de 120 mil pessoas já se recuperaram da doença.

Foto: Biohazard BrasilFoto: Biohazard Brasil

Em um dia foram confirmados mais 18.508 testes positivos e 1.188 óbitos. É a maior confirmação de mortes em 24h desde o início da pandemia no país.

Segundo o balanço, 69% das vítimas tinha mais de 60 anos e 63% tinha pelo menos uma doença pré-existente. Problemas no coração e diabetes são as principais comorbidades.

O Ministério da Saúde divulgou também que dos mais de 3 milhões de testes distribuídos aos laboratórios estaduais, pouco mais de 420 mil foram usados. Ou seja, há ainda em estoque 2,6 milhões. A capacidade média atual está em 7 mil análises por dia em todo o país.

São Paulo, o estado com maior número de casos, bateu recorde de confirmações nesta quinta-feira, 21, e chegou a 73.739 resultados positivos e 5.558 mortes. Em um dia foram mais 4.080 casos confirmados e 195 vítimas.

A capital paulista adiantou feriados municipais para quarta, 20, e quinta, 21, com o objetivo de aumentar a taxa de isolamento social e evitar o lockdown. No primeiro dia do feriadão, o índice aumentou e ficou em 51%. Apesar disso, ficou abaixo do ideal que é de 55%, segundo o governo do estado.

O estado do Rio de Janeiro confirmou mais 175 mortes por covid-19 e 1.717 novos casos da doença no período de 24 horas, segundo boletim do Ministério da Saúde. Agora o estado soma 3.412 mortes e 32.089 casos desde o início da pandemia.

Mundo chega a 5 milhões de casos

Os casos de coronavírus em todo o mundo passaram dos 5 milhões nesta quinta-feira, 21, segundo dados da Universidade Johns Hopkins.

Os Estados Unidos está em primeiro lugar em número de infectados, com 1,5 milhão. A Rússia tem 317 mil e em seguida vem o Brasil. A doença fez 330 mil vítimas em todo o planeta. Mais de 2 milhões de pessoas já se recuperaram.

Da Redação com EX




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados