Menu

Com 965 mortes por covid-19 em 24 horas, Brasil chega a 22 mil óbitos

O número de mortes por COVID-19 passou das 22 mil no Brasil, conforme balanço divulgado pelo Ministério da Saúde na noite deste sábado (23). Foram 22.013 vidas perdidas e o consolidado de casos confirmados chegou a 347.398.

Na comparação com o balanço de sexta, quando o país somava 21.048 óbitos, houve aumento de 965 mortes e 16.508 diagnósticos. A taxa de letalidade (a porcentagem de infectados que morre) está em 6,3%. Já a de mortalidade (número de óbitos por 100 mil habitantes) está em 10,5.

Foto: Biohazard BrasilFoto: Biohazard Brasil

O Ministério da Saúde contabiliza 142.587 pacientes recuperados da doença até o momento e 182.798 casos ainda em acompanhamento.

São Paulo segue sendo o estado brasileiro mais afetado e, neste sábado, ultrapassou a marca de 6 mil mortos pela doença e 80 mil infectados. Segundo balanço da Secretaria Estadual da Saúde, 505 dos 645 municípios paulistas já possuem ao menos uma infecção confirmada pela doença.

No ranking de unidades da federação mais atingidos pela pandemia aparecem, depois de São Paulo, os estados do Ceará, com 35.122 casos e 2.308 mortes, e Rio de Janeiro, com 34.533 infecções e 3.905 óbitos, segundo os números do ministério.

De acordo com o levantamento da Universidade Johns Hopkins, apenas os Estados Unidos tem mais casos que o Brasil, com 1.618.471 de infectados. A Rússia, que até esta semana ocupava a segunda posição, caiu para a terceira posição no ranking, já que soma 335.882 infecções.

Em relação aos óbitos, o Brasil continua como o sexto país com mais mortes do mundo, atrás dos Eestados Unidos (96.983), Reino Unido (36.757), Itália (32.735), França (28.678) e Espanha (28.218), nesta ordem.

Nessa sexta-feira, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou a América do Sul como o novo epicentro do coronavírus. O mundo já soma mais de 5,3 milhões de infectados.

O que é o coronavírus?

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

Como a COVID-19 é transmitida?

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:
Febre
Tosse
Falta de ar e dificuldade para respirar
Problemas gástricos
Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:
Pneumonia
Síndrome respiratória aguda severa
Insuficiência renal

Da Redação com EBC/EM




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados