Menu

UNIFEMM lança Projeto Estante Livre para incentivar a leitura

A pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil”, de 2012, retrata uma situação crítica no país. O levantamento revela que metade da população brasileira é formada por não-leitores e, em média são lidos 4 livros por ano, incluídos os exemplares didáticos. Este número é inferior à Argentina, com uma média de 4,6 obras, ao Chile (5,4) e muito atrás de países europeus como Portugal (8,5), Espanha (10,3) e França (12). Para contribuir na mudança dessa cultura, o Centro Universitário de Sete Lagoas (UNIFEMM) lançou no Dia Mundial do Livro, 21 de abril, o Projeto Estante Livre, com o objetivo de democratizar o acesso e incentivar a leitura na cidade e região.

A ideia consiste na pessoa pegar um livro, ler e devolver, para ser lido por outra pessoa / Foto: Divulgação/UNIFEMMA ideia consiste na pessoa pegar um livro, ler e devolver, para ser lido por outra pessoa / Foto: Divulgação/UNIFEMM

Serão criadas 11 bibliotecas livres espalhadas em vários pontos de Sete Lagoas. Inicialmente, as Estantes Livres serão abastecidas por 369 exemplares do acervo inativo da própria Biblioteca do UNIFEMM, mas também estarão abertas para receber doações da população. A ideia consiste na pessoa pegar um livro, ler e devolver, para ser lido por outra pessoa.

No momento funcionam duas Estantes livres, uma encontra-se no gabinete do vice-prefeito, Doutor Ronaldo João e a outra no CECON, na orla da Lagoa Paulino. Outros nove pontos estão sendo analisados para a implantação do projeto.
O projeto é realizado em parceria com o Rotary Club de Sete Lagoas, e apoio de entidades de classe, como o SindComércio e órgãos públicos da prefeitura.

Por Tatiane Guimarães com UNIFEMM





Publicidade

Links patrocinados