Logo

Sete Lagoas chega a 206 casos confirmados do novo coronavírus

Sete Lagoas começa a semana com uma alta de 2,4% nas notificações entre sábado e esta segunda-feira (29), chegando a 2.854 notificações desde o início da pandemia. Estão sendo monitoradas 392 pessoas que apresentaram sintomas gripais e os testes com resultado negativo para Covid-19 já somam 1.244. Com mais dez casos positivos, de três mulheres e sete homens, o número de confirmações chega a 206, sendo seis pacientes hospitalizados, 63 se recuperando em casa sem complicações e 133 já recuperados.

A cidade mantém o número de quatro óbitos confirmados, sendo dois ocorridos no município e outros dois de moradores de Sete Lagoas falecidos em Araguaína, no Tocantins, e em Timóteo, no Vale do Aço. "De acordo com o protocolo do Ministério da Saúde, mesmo esses óbitos não tendo ocorrido em Sete Lagoas, são registrados aqui, por se tratar de moradores da cidade", lembra o secretário municipal de Saúde, Flávio Pimenta. Desde o início do monitoramento, em março, seis óbitos suspeitos de Covid-19 já foram descartados por exames e um, de um jovem de 17 anos que ocorreu na UPA na semana passada, ainda está em investigação.

Hospitalizados

Ao todo são 17 pacientes internados em hospitais da cidade por causas respiratórias. Destes, nove já testaram positivo. São seis de Sete Lagoas, um de Capim Branco, um de Cordisburgo e outro de Jequitibá. Entre os internados, há três com resultado negativo e cinco aguardando resultado de exames.

Dos 17 internados, dez estão em leitos de UTI, sendo oito no Hospital Municipal e dois no Hospital Nossa Senhora das Graças. No Hospital da Unimed há um paciente internado em leito de enfermaria. Entre os dez pacientes que precisaram de suporte avançado em UTI, seis são de Sete Lagoas e os demais das cidades de Capim Branco, Cordisburgo, Pompéu e Jequitibá.

Decretos

A Prefeitura de Sete Lagoas publicou, no diário oficial da última sexta-feira (26) dois novos decretos com medidas de contenção à propagação do novo coronavírus que devem ser adotadas em bares e restaurantes da cidade e também no transporte público. Entre as determinações para bares e restaurantes, estão regras mais claras sobre o espaçamento entre mesas, a limitação de público e uma redução no número de funcionários em serviço para evitar aglomeração nos estabelecimentos que servem comida, além da proibição dos serviços de self-service e rodízio.

Vale lembrar que, como Sete Lagoas é signatária do Programa Minas Consciente, que autoriza o funcionamento desse tipo de comércio, as regras gerais para bares e restaurantes contam ainda com a limitação de horário, ou seja, no máximo até 21h.

Para o transporte público, o decreto prevê, além da limitação a dez passageiros de pé em ônibus e cinco em micro-ônibus, que as empresas de transporte disponibilizem dispensers com álcool em gel para uso dos passageiros e que intensifiquem a higienização dos veículos. Confira todas as regras dos novos decretos em https://www.setelagoas.mg.gov.br/diario-eletronico.

Com Ascom PMSL




Publicidade
Publicidade

© Copyright 2008 - 2020 SeteLagoas.com.br - Powered by Golbe Networks