Menu

Sete Lagoas terá orientações fiscais e contábeis gratuitas para população de baixa renda

Um importante passo para que pequenos empresários e microempreendedores individuais em situação de hipossuficiência (poucos recursos financeiros) possam receber orientações fiscais e contábeis de forma gratuita foi dado na manhã desta quinta-feira, 18, no gabinete do prefeito Duílio de Castro. Representantes da Receita Federal e da Faculdade Ciências da Vida se reuniram com o prefeito, representantes da Secretaria Municipal de Fazenda, Administração, Planejamento, Tecnologia e Comunicação Social e da Procuradoria Geral do Município para viabilizar a parceria.

Legenda: Secretário municipal de Fazenda, Administração, Planejamento, Tecnologia e Comunicação Social , Rafael Olavo de Carvalho, o agente da Receita Federal do Brasil em Sete Lagoas, Paulo Marcelo Bondesan, e o diretor Faculdade Ciências da Vida, Valcir Marcílio Farias.Legenda: Secretário municipal de Fazenda, Administração, Planejamento, Tecnologia e Comunicação Social , Rafael Olavo de Carvalho, o agente da Receita Federal do Brasil em Sete Lagoas, Paulo Marcelo Bondesan, e o diretor Faculdade Ciências da Vida, Valcir Marcílio Farias.

Na ocasião, foi apresentado o Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF), projeto desenvolvido pela Receita Federal em parceria com instituições de Ensino Superior (IES), cujo objetivo é oferecer orientações contábeis e fiscais gratuitas para pessoas físicas e jurídicas de menor poder aquisitivo, não substituindo, porém, um escritório de contabilidade. Em Sete Lagoas, a IES parceira é a Faculdade Ciências da Vida.

"A ideia é que possamos colocar o NAF na Sala Mineira do Empreendedor de Sete Lagoas", afirma o coordenador dos cursos de Administração e Ciências Contábeis da Faculdade Ciências da Vida, Leonardo Dias. "Queremos também apoiar a campanha anual de destinação do Imposto de Renda a Serviço da Cidadania, quando o contribuinte pode destinar uma parte do seu Imposto de Renda aos Fundos Especiais de amparo social controlados pelos Conselhos e fiscalizados pelo Ministério Público. Queremos que preferencialmente sejam instituições de Sete Lagoas", disse o prefeito Duílio de Castro.

Além do prefeito, também participaram da reunião o secretário municipal de Fazenda, Administração, Planejamento, Tecnologia e Comunicação Social , Rafael Olavo de Carvalho; o agente da Receita Federal do Brasil em Sete Lagoas, Paulo Marcelo Bondesan; o servidor municipal Francis Henrique Silva; o procurador municipal Dr. Helisson Paiva; o coordenador dos cursos de Administração e Ciências Contábeis da Faculdade Ciências da Vida, Leonardo Dias; e o diretor da instituição, Valcir Marcílio Farias.

Com Prefeitura de Sete Lagoas





Publicidade

Links patrocinados

 
O SeteLagoas.com.br utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência!