Menu

Tribunal do Trabalho em Minas abre 300 vagas para programa de residência em Direito; conheça

Se você é formado em direito, mas ainda não teve uma oportunidade de exercer a profissão, essa pode ser a sua chance. O TRT-MG (Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais) está com 300 vagas em aberto para o Programa de Residência Jurídica. Podem se candidatar pessoas que tenham se formado na área há, no máximo, cinco anos, ou que estejam cursando especialização, mestrado ou doutorado.

Foto ilustrativa/Reprodução: InternetFoto ilustrativa/Reprodução: Internet

Segundo o tribunal, o objetivo do programa é estimular a educação profissional, ampliando os conhecimentos, as competências técnicas e as habilidades dos residentes, além de contribuir com a sua inserção no mercado do trabalho. A iniciativa conta com cursos práticos e teóricos promovidos pela Escola Judicial do Tribunal.

Os selecionados devem cumprir uma jornada de seis horas diárias e 30 horas semanais, com a possibilidade de realizar as atividades de forma remota. O TRT-MG oferece bolsa-auxílio de R$ 4 mil, mais auxílio-transporte de R$ 12 pelos dias trabalhados de forma presencial.

Processo seletivo

A duração do programa é de até 36 meses. As inscrições poderão ser feitas até às 14h do dia 28 de julho, no site da Fumarc, organizadora do processos seletivo. O valor da inscrição é de R$ 100.

No dia 21 de agosto, serão aplicadas provas objetiva de múltipla escolha e discursiva. A prova objetiva de múltipla escolha vai conter 50 questões com 4 alternativas. Já a prova discursiva, também de caráter eliminatório, conterá duas questões abertas, sobre temas relacionados ao Conteúdo Programático de Direito do Trabalho e Direito Processual do Trabalho.

Com BHAZ



Publicidade

Links patrocinados MGID