Menu

Planeta Brasil e Sensacional: festivais trazem novidades para BH em 2020

O ano musical começa em BH com significativa agenda de shows. Dois festivais – Planeta Brasil, em janeiro, e S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L!, em fevereiro – trarão a Belo Horizonte astros internacionais, como o rapper norte-americano Tyga – e nomes emblemáticos da cena nacional, como Caetano Veloso e Racionais MCs, valorizando também talentos mineiros, como Djonga, a banda Rosa Neon e a dupla de hip-hop Hot e Oreia.

O rapper norte-americano se apresentará na cidade em janeiro no Planeta Brasil, evento que terá Caetano Veloso, Racionais, Djonga entre outros (foto: AMER HILABI/afp)O rapper norte-americano se apresentará na cidade em janeiro no Planeta Brasil, evento que terá Caetano Veloso, Racionais, Djonga entre outros (foto: AMER HILABI/afp)

Em sua 10ª edição, o Planeta Brasil mantém o propósito de reunir várias tribos e gerações, por meio da música. Entre os destaques estão Tyga, os australianos do grupo Stick Fingers e o cantor Nick Murphy, conhecido como Chet Faker, que se apresentam pela primeira vez no Brasil. Além deles, subirão ao palco Caetano Veloso, Marcelo Falcão, Natiruts, Anavitória, Vitor Kley, Melim, Racionais MCs, Black Alien, Vintage Culture, Jão, Duda Beat e Djonga.

As 12 horas de festa na Esplanada do Mineirão reunirão em 25 de janeiro cerca de 40 atrações. Henrique Chaves, da SleepWalkers, empresa organizadora do evento, diz que a proposta é criar memórias e ir além da música e do entretenimento. “O Planeta Brasil vem reforçando sua missão de celebrar a diversidade, a arte e a consciência. Uma vez por ano reunimos pessoas de todo o Brasil em torno desse mesmo objetivo, para vivenciar uma experiência marcante e única”, afirma.

A temática desta edição é “+Consciência Futuro”, abrangendo arte, comportamento, meio ambiente, educação, respeito e diversidade. Bela Gil, Djamila Ribeiro, Mariana Ferrão e Edgard Piccoli participarão de ações e debates, realizados paralelamente aos shows, discutindo questões contemporâneas da sociedade.

Festa eletrônica no gramado

Uma das novidades do Planeta Brasil será o BH Dance Festival, no gramado do Mineirão, aberto ao público. Entre as atrações, estarão Vintage Culture, Don Diablo e Nervo. “Criatividade e programação diversa têm dado resultado em grandes eventos, apesar da crise pela qual o país está passando”, afirma Henrique. Ele conta que a equipe trabalha meses em torno do festival. “Nossa expectativa é muito boa.

Seremos, talvez, o primeiro festival a ocupar a Esplanada e o gramado do Mineirão simultaneamente. Será muito legal. Em 2019, colocamos cerca de 40 mil pessoas lá e este ano pretendemos colocar ainda mais. Acredito que será um público bem maior, ainda mais que serão dois eventos.”

Chaves observa que o Planeta Brasil contempla a música eletrônica, que registra expressivo crescimento tanto no Brasil quanto no exterior. Daí veio a ideia do BH Dance. “Estávamos há dois anos sem fazê-lo, apenas esperando o momento certo do retorno. Vimos o Rock in Rio com um palco dedicado à música eletrônica”, comenta.

Abrindo o mês do carnaval, o Festival S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L! comemora seus 10 anos com festa na Esplanada do Mineirão, em 8 de fevereiro. Serão 30 atrações, divididas em três palcos em 12 horas de programação. Já foram confirmados BaianaSystem, Liniker e os Caramelows, Johnny Hooker, Duda Beat, Gaby Amarantos, Elba Ramalho, Chico César, Nação Zumbi e a dupla mineira Hot e Oreia, que tem chamado a atenção na cena do rap. Outro destaque do hip-hop nacional, Emicida mostrará pela primeira vez na cidade as canções de seu novo disco, o elogiado AmarElo.

Cena independente de BH

O Palco Chacoalha vai apresentar artistas menos conhecidos do grande público, como a banda mineira Pequena Morte, Nath Rodrigues, destaque da cena independente de BH, e a carioca Biltre. Espalhadas ao longo da Esplanada estarão as fanfarras dos grupos carnavalescos Babadan Banda de Rua, Sagrada Profana, Magnólia, Unidos do Samba Queixinho e da escola de samba Cidade Jardim.

Os fãs de música jamaicana e eletrônica também terão espaço nas tendas com o soundsystem Deska e o coletivo de DJs Masterplano. “Ao se autonomear ‘terra-redondista’, o S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L! Dialoga, de forma satírica, com questões atuais, como a negação da ciência e as fake news. Tudo dentro do espírito festivo e colorido do carnaval. Esse viés político-fanfarrão sempre caracterizou nosso festival, justamente por termos florescido junto com a retomada do carnaval de rua de BH, há 10 anos”, ressalta Victor Diniz, sócio da Híbrido Comunicação e Cultura, produtora do evento em parceria com A Macaco.

Diniz lembra que sua produtora está intimamente ligada à retomada do carnaval de rua na capital mineiro. “Nossa expectativa é de fazer sempre um grande evento, apesar do momento ruim que o país está vivendo. É inegável que muitos produtores falam de redução de investimentos, mas a nossa expectativa é alta, pois somos fruto de um trabalho consistente nesses 10 anos que estamos celebrando agora. Fazemos isso num contexto positivo, embora a crise econômica perdure no país.”

S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L! espera cerca de 30 mil pessoas. “É o maior público maior desde que passamos a vender ingressos. Quando começou, o festival era feito para mil pessoas e foi crescendo ao longo de uma década. Desta vez, teremos quatro palcos com vários encontros sensacionais, como os de Elba Ramalho com Chico César, Duda Beat com Gaby Amarantos e Liniker e os Caramelows com Johnny Hooker”, conclui.

PLANETA BRASIL 2020 E BH DANCE FESTIVAL

Onde: Mineirão
Quando: 25 de janeiro, a partir das 12h
Atrações: Tyga, Caetano Veloso, Marcelo Falcão, Natiruts, Anavitória, Vitor Kley, Melim, Racionais, Black Alien, Vintage Culture, Jão, Duda Beat e Djonga
Ingressos: R$ 140 (meia/pista/social), R$ 280 (pista/inteira), R$ 330 (pista premium) e R$ 440 (camarote), à venda no Sympla

S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L!

Onde: Esplanada do Mineirão
Quando: 8 de fevereiro, a partir das 12h
Atrações: BaianaSystem, Liniker e os Caramelows, Johnny Hooker, Duda Beat, Gaby Amarantos, Emicida, Elba Ramalho, Chico César, Nação Zumbi, Hot e Oreia, Rosa Neon, Pequena Morte, Nath Rodrigues, Biltre, Babadan Banda de Rua, Sagrada Profana, Magnólia, Unidos do Samba Queixinho, G.R.E.S. Cidade Jardim, Deska Sound System e Masterplano
Ingressos: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia-entrada), à venda no Sympla.

Com Portal UAI




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados