Menu

Fábio aceita redução de salário e vai permanecer no Cruzeiro na Série B

Rebaixado para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro começou a se mexer para reduzir sua folha salarial já que terá uma queda enorme de arrecadação em 2020. E um dos primeiros acertos do time é com um dos maiores ídolos da história celeste.

Foto: Vinnicius Silva/CruzeiroFoto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

De acordo com informações, o goleiro Fábio já teria aceitado permanecer no clube para a disputa da Série B. Para isso, o jogador que é recordista de jogos com a camisa celeste aceitou reduzir seu salário para os moldes que o clube definiu como teto e que será trabalhado em 2020, o que não irá ultrapassar os R$ 300 mil.

Ainda segundo a fonte, o goleiro teria acertado com o clube o vínculo até o fim de 2021, para ser o goleiro celeste no ano do centenário, já pensando em se aposentar pelo clube.

Fábio chegou ao Cruzeiro em 2000, contratado junto ao União Bandeirante, mas recebeu poucas oportunidades na época, no time que tinha André Doring. Contudo, teve tempo para fazer a sua estreia, na vitória por 2 a 1 sobre o Universal no dia 4 de março daquele ano, na meta estrelada. Após isso, Fábio foi para o Vasco, onde ficou por quatro anos, voltando ao Cruzeiro em 2005, para enfim assumir a camisa 1.

Desde então, Fábio nunca mais largou a meta celeste se tornando o jogador que mais vezes vestiu a camisa cinco estrelas. Atualmente, o goleiro contabiliza 871 partidas pelo clube, e terá possibilidade até de alcançar a marca de 1000 jogos.

No Cruzeiro, Fábio esteve presente nas conquistas da Copa do Brasil (2000, 2017 e 2018), Copa Mercosul (2000), Campeonato Mineiro (2006, 2008, 2009, 2011, 2014, 2018 e 2019), Campeonato Brasileiro (2013 e 2014). Além disso, pelo Vasco, o goleiro também foi campeão carioca, em 2003, e do Campeonato Brasileiro, em 2000.

Com Super.FC




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados