Menu

Arena do Jacaré está de portas abertas para receber jogos finais do Mineiro

A proximidade da data de retorno do Campeonato Mineiro fez com que algumas alternativas surgissem como possíveis locais para receber os jogos que faltam para encerrar o torneio. Além de Belo Horizonte e Nova Lima, o nome de Sete Lagoas, a 75km da capital, entrou em pauta por mais de uma vez. A cidade conta com a Arena do Jacaré, que chegou a ser a casa de Atlético e Cruzeiro entre julho de 2010 e maio de 2012, quando o Mineirão passava por reformas para a Copa do Mundo.

Presidente garante que, hoje, gramado está bom pra bola rolar, apesar de 'queimado' — Foto: DivulgaçãoPresidente garante que, hoje, gramado está bom pra bola rolar, apesar de 'queimado' — Foto: Divulgação

A distância para BH estaria a favor de Sete Lagoas, que tem seu estádio sob responsabilidade do Democrata desde outubro de 2019. "Vemos de uma forma muito positiva esta possibilidade da Arena do Jacaré receber os jogos, mesmo que sem público. Isso beneficia não só o clube como a cidade. Vamos fazer tudo que for possível para que isso aconteça, será um prazer receber os times de BH e também do interior para jogos do Mineiro e também do Brasileiro, se necessário. As portas estão abertas e o poder público também nos apoia nesta decisão. No entanto, é sempre bom lembrar que não depende somente do clube. Como temos a questão da Covid-19, a decisão também passa pelo municío e governo do Estado", salienta o presidente do clube, Renato Paiva.

O Democrata chegou a fazer uma proposta para a Federação Mineira de Futebol (FMF) e para um grupo que fomenta o turismo na cidade para receber o valor de R$ 10 mil, por dia, para receber todos os jogos que restam para encerrar o Estadual. No entanto, Paiva garante que este valor pode ser negociado. "Acima disso, não vamos cobrar e acredito que não será o montante que vai impedir. Precisamos de um valor mínimo, apesar dos jogos sem torcida, por uma questão de manutenção do estádio. Temos total interesse em nos aproximar de Atlético, Cruzeiro e América por diversas razões", aponta.

Enquanto o Atlético já visitou o local, o Cruzeiro tem vistoria prevista até a próxima semana. O clube celeste prioriza jogar no Mineirão, mas não descarta outras possibilidades. Atualmente, o gramado passa por revitalização, com uma previsão de estar em condições ideais até o final do mês. Os jogos do Estadual estão agendados para serem retomados no dia 26 de julho. Faltam as duas rodadas da fase de classificação, além de semifinais e final. Desde que o estádio voltou para as mãos do Democrata, vários serviços foram feitos na parte hidráulica e elétrica, além de vestiários, irrigação e pintura. "O gramado está 'queimado', mas a bola já rola muito bem. Até o final do mês, estará tudo em ordem", garante Paiva.

Caso o acordo seja fechado com algum clube, o Democrata dará apoio, mas deixa a cargo da FMF e do time mandante toda a organização da partida no que se refere aos protocolos contra o novo coronavírus. "Temos condições de receber jogos sem público. Para partidas com torcida, teríamos que realizar algumas benfeitorias, já que a capacidade atual está reduzida para 10 mil pessoas. Quando os times de BH aqui jogaram, a capacidade era o dobro", lembra o presidente.

Com Super.FC




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados