Menu

Com gol no final, América empata com a Ponte Preta pelo jogo de ida da quarta fase da Copa do Brasil

O América alcançou um bom resultado no jogo de ida da quarta fase da Copa do Brasil ao empatar por 2 a 2 com a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, na noite desta quarta-feira. A Macaca esteve por duas vezes à frente do placar, em finalizações de cabeça de Moisés e Matheus Peixoto, porém o Coelho buscou a igualdade com gols de Marcelo Toscano, aos 43min do primeiro tempo, e Felipe Azevedo, aos 47min da etapa final.

Foto: João Zebral/AméricaFoto: João Zebral/América

O duelo de volta está marcado para a próxima terça, 22, às 21h30, no Independência, em Belo Horizonte. Como não há a vantagem do gol qualificado na condição de visitante, empate por qualquer placar levará o mata-mata para os pênaltis.

Quem se classificar embolsará R$ 2,6 milhões pela presença nas oitavas de final da Copa do Brasil. Até aqui, o América faturou R$ 4,69 milhões.

Dos dez clubes da quarta fase, cinco vão se juntar aos 11 que entraram diretamente nas oitavas - Palmeiras, Flamengo, Grêmio, Santos, Athletico-PR, Corinthians, Internacional e São Paulo, representantes do Brasil na Copa Libertadores; Fortaleza, campeão da Copa do Nordeste; Bragantino, vencedor da Série B 2019; e Cuiabá, que conquistou a Copa Verde do ano passado.

Diferentemente de edições anteriores, não ocorrerá distinção de potes nas oitavas de final da Copa do Brasil 2020. Ou seja, existe a possibilidade de confrontos entre clubes que participaram da Libertadores.

O jogo

Para enfrentar a Ponte Preta, o América não pôde contar com Matheusinho, vetado em função de uma lesão na coxa direita. Na véspera do jogo, o clube informou que os zagueiros titulares Messias e Eduardo Bauermann testaram positivo para a COVID-19 e também ficariam fora. O técnico Lisca escalou os reservas Joseph e Anderson, além de optar por Marcelo Toscano no setor ofensivo.

O Coelho iniciou a partida com mais posse de bola, mas foi a Ponte Preta quem abriu o placar em seu primeiro avanço. Logo aos 5min, Bruno Rodrigues recebeu de costas pelo lado esquerdo, girou em cima de Diego Ferreira e teve espaço para cruzar da linha de fundo. Anderson tentou fazer o corte de cabeça, mas não alcançou a redonda. Moisés, que entrava em velocidade na grande área, testou forte no canto direito de Matheus Cavichioli e correu para comemorar: 1 a 0.

O gol da Macaca não abalou o América, que rapidamente se recuperou no jogo e demonstrou tranquilidade para trabalhar a bola no ataque. Segundo o SofaScore, o time mineiro teve 59% de posse na etapa inicial e finalizou nove vezes - contra quatro do adversário.

De todas as tentativas, a do gol de empate, aos 43min, originou-se de uma falha do lateral-esquerdo pontepretano Guilherme Lazaroni. Após chutão de Anderson, ele foi desarmado na defesa por Léo Passos, que acelerou a jogada e percebeu as penetrações de Rodolfo e Marcelo Toscano. O camisa 10 deu toque de calcanhar e contou com desvio em Apodi para festejar: 1 a 1. A virada americana esteve próxima aos 44min, mas o goleiro Ivan buscou a bola no ângulo e espalmou a tentativa de Alê.

Se no primeiro tempo o América teve rendimento superior, na etapa final a Ponte Preta acertou a marcação com as substituições feitas pelo técnico João Brigatti. Ele colocou Ernandes na lateral esquerda, Bruno Reis no meio-campo e Luan Dias na frente. As mudanças deixaram o embate equilibrado e dificultaram a troca de passes do Coelho.

Em rara oportunidade na etapa complementar, a Ponte se colocou à frente no placar, aos 29min, em cabeceio de Matheus Peixoto, após nova assistência de Bruno Rodrigues: 2 a 1. Assim como no lance do primeiro gol, o ataque do time da casa levou a melhor sobre a defesa americana pelo alto.

Nos minutos finais, o América intensificou a pressão com a entrada de Vitão, que se juntou a Neto Berola, Felipe Azevedo e Alê. Mesmo recebendo um passe forte aos 47min, o jovem de 20 anos acreditou no lance, alcançou a bola na linha de fundo e tocou para trás. Bem posicionado, Azevedo consagrou o retorno aos gramados após se recuperar de lesão com o gol de empate: 2 a 2. O terceiro tento do Coelho só não veio porque Ivan, goleiro da Ponte, fez ótima defesa em chute de Vitão, aos 48min.

PONTE PRETA 2X2 AMÉRICA

PONTE PRETA
Ivan; Apodi, Wellington Carvalho, Alisson e Guilherme Lazaroni (Ernandes, no intervalo); Dawhan (Bruno Reis, no intervalo), Oyama e João Paulo (Osman, aos 33min do 2ºT); Moisés (Luan Dias, no intervalo), Bruno Rodrigues e Matheus Peixoto (Zé Roberto, aos 38min do 2ºT)
Técnico: João Brigatti

AMÉRICA
Matheus Cavichioli; Diego Ferreira, Joseph, Anderson e João Paulo (Sávio, aos 20min do 2ºT); Zé Ricardo, Juninho e Alê; Marcelo Toscano (Felipe Azevedo, aos 22min do 2ºT), Léo Passos (Neto Berola, aos 22min do 2ºT) e Rodolfo (Vitão, aos 43min do 2ºT)
Técnico: Lisca

Gols: Moisés, aos 5min do 1ºT; Matheus Peixoto, aos 29min do 2ºT (Ponte Preta); Marcelo Toscano, aos 43min do 1ºT; Felipe Azevedo, aos 47min do 2ºT (América)

Cartões amarelos: Guilherme Lazaroni, aos 35min, Dawhan, aos 40min do 1ºT; Wellington Carvalho, aos 6min do 2ºT (Ponte Preta)

Motivo: jogo de ida da quarta fase da Copa do Brasil

Estádio: Moisés Lucarelli, em Campinas

Data: quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)

Assistentes: Lúcio Beiersdorf Flor e André da Silva Bitencourt (ambos do RS)

Da Redação com SE




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados