Menu

Galo perde de virada para a Caldense no Sul de Minas e conhece primeira derrota da temporada

O Galo conheceu a primeira derrota da temporada. Nesta quinta-feira (1º), perdeu de virada para a Caldense, por 2 a 1, pela sexta rodada do Campeonato Mineiro. No Estádio Ronaldão, em Poços de Minas, o favoritismo do Atlético não entrou em campo e o time jogou abaixo do esperado.

Foto: Wagner Sidney SilvaFoto: Wagner Sidney Silva

O Alvinegro saiu na frente na partida, com Keno, após assistência de Nacho Fernández. A virada da Caldense veio no segundo tempo, com gols de Verrone, no início da etapa complementar, e Gabriel, no fim do jogo.

Apesar do resultado, o Atlético segue líder, com 15 pontos — mesma pontuação do América, segundo, que leva a pior nos critérios de desempate. No próximo domingo (4), Galo e Coelho se enfrentam no Mineirão, às 16h.

A Veterana, com o resultado, é a terceira, com 11 pontos. Também no próximo domingo, encara o Pouso Alegre.

1º tempo: posse e Nacho de garçom

O Atlético não foi intenso no primeiro tempo. Valorizou a posse de bola e fez um jogo cadenciado. Se não foi brilhante, soube ser eficaz em mais uma grande atuação do meia Nacho Fernández, que já se mostra adaptado ao futebol brasileiro e pronto para assumir o protagonismo do meio-campo do Atlético.

Saiu dos pés do argentino o lançamento que resultou no primeiro gol da partida. Aos 22 minutos, o argentino, em cobrança de falta, colocou a bola na cabeça de Keno, que marcou o primeiro dele na temporada. Galo 1 a 0.

Apesar da vantagem no placar, o futebol do Atlético foi abaixo do esperado. O time sofria em investidas da Veterana, que ficou próxima do empate em pelo menos três oportunidades. Em uma delas, o goleiro Everson defendeu cabeçada de Rafael Peixoto, dentro da área, à queima roupa.

2º Tempo: virada da Caldense

A Caldense pressionou o Atlético em busca do empate no início da segunda etapa. E não demorou a ser recompensada. Aos 4 minutos, após cobrança de escanteio em meio à blitz ofensiva da Veterana, a bola sobrou na área para o lateral-esquerdo Verrone, que chutou rasteiro. Caldense 1 x 1 Atlético.

O time da casa seguiu na pressão. Aos 7, o atacante Rafael Peixoto e o goleiro Everson protagonizaram nova disputa. Mais uma vez, o arqueiro alvinegro levou a melhor em uma defesa cinematográfica, salvando o Atlético.

O Galo reagiu e voltou a tomar conta das ações da partida. Passou a ser mais ofensivo, mas tinha dificuldade para criar chances efetivas de gol. A partir dos 20 minutos, sobrou a parte física para o Atlético, que viveu o melhor momento dele na partida. Insuficiente, no entanto, para marcar.

Fazendo jus a velha máxima no futebol de "quem não faz, leva", a Caldense virou. Aos 36 minutos, Gabriel Tonini marcou em chute forte de fora da área. Caldense 2 a 1.

Caldense 2 x 1 Atlético

Atlético: Everson; Mariano, Junior Alonso, Gabriel e Guilherme Aran; Allan, Nacho Fernández e Zaracho (Hyoran); Keno (Marrony), Vargas (Savarino) e Hulk (Sasha).

Caldense: Passarelli; Danilo Belão, Guilherme Martins, Jonathan Costa e Verrone; Lucas Silva e Gabriel Tonini; Rafael Peixoto (Dênis), David Lazari (Wagner) e Bruno Oliveira e Amarildo (Tevez). Técnico: Marcus Grippi.

Gols: Keno (22’/1ºT), Verrone (4’/2ºT), Gabriel (36/2ºT)

Cartão Amarelo: Rafael Peixoto (Caldense); Vargas (Atlético)

Motivo: 6ª rodada do Campeonato Mineiro
Data e horário: 1º de abril de 2021, quinta-feira, às 17h30
Local: Estádio Ronaldão, em Poços de Cladas

Árbitro: Paulo César Zanovelli
Assistentes: Marconi Helbert Vieira e Samuel Soares Siva.

Com Itatiaia

 

 





Publicidade

Links patrocinados