Menu

Copa América começa em junho na Argentina e na Colômbia 

O ano de 2021 promete ser um dos melhores para aqueles que são apaixonados por competições entre seleções. Com a pandemia do novo Coronavírus, muitos campeonatos internacionais foram adiados e remarcados para este ano. Entre os mais esperados estão a Eurocopa e a Copa América.

O Brasil é atual campeão da Copa América – Fonte: Wikimedia CommonsO Brasil é atual campeão da Copa América – Fonte: Wikimedia Commons

Sim! Este ano terá Copa América. A ideia da Conmebol era ter realizado a competição em 2020, readequando ao calendário da Euro. Mas como mencionado, o torneio teve que ser adiado por causa da pandemia e remarcado para 2021. A competição sul-americana foi disputada pela última vez em 2019, no Brasil, ainda pelo antigo calendário. No bet365 app você poderá acompanhar os principais favoritos e ainda apostar nas melhores seleções.

Grupos e fórmula de disputa

A Copa América inicia no próximo dia 13 de junho e pela primeira vez a competição terá duas sedes. O jogo de abertura será entre Argentina x Chile, em Buenos Aires. Em seguida jogam Paraguai x Bolívia, em Mendoza, também em território argentino. Estas partidas fazem parte do grupo A, que ainda tem o Uruguai, e serão realizadas todas na Argentina.

Já o grupo B terá sede na Colômbia e, além da anfitriã, terá a participação de Brasil, Equador, Peru e Venezuela. A Seleção Brasileira estreia dia 14 de junho contra a Venezuela, em Medelín.

Serão dois grupos de cinco seleções. As equipes se enfrentam entre si em turno único. Os quatro primeiros colocados de cada chave avançam para as quartas de final. Toda fase eliminatória será disputada em jogo único. A final está programada para o dia 10 de julho, em Barranquilla, na Colômbia.

Favoritos

O Brasil é o atual campeão da Copa América e também o atual líder das Eliminatórias Sul-americanas com 100% de aproveitamento. É sim o grande favorito para conquistar mais um título da competição. Neymar é a grande estrela desta equipe, mas não é a única. O time verde-amarelo ainda conta com talentos individuais de Tiago Silva e Marquinhos na defesa, Casemiro na contenção, Richarlison no ataque e Alison no gol.

Uma das anfitriãs, a Argentina também é uma das favoritas. Muito criticada após eliminações precoces, tanto na Copa do Mundo de 2018 quanto a Copa América de 2019, o time argentino parece que conseguiu encontrar sua forma de jogar. Hoje a equipe comandada pelo técnico Lionel Scaloni é vice-líder das Eliminatórias com três vitórias e um empate.

A outra anfitriã está confiante que o fator casa possa fazer a diferença. Esta será a segunda vez que a Copa América será disputada na Colômbia e a seleção da casa busca seu segundo título da competição. Em 2001, quando foi disputado na país, os anfitriões comemoraram o primeiro título após vitória sobre o México. Será que a história vai se repetir? A equipe ainda conta com o talento do meia James Rodriguez e do atacante Falcão Garcia para voltar a vencer.

Correndo por fora

Também não podemos descartar o potencial de duas equipes que chegam sempre forte nestas competições. Chile e Uruguai já demostraram que tem tradição neste tipo de competição.

A Celeste é a maior vencedora do torneio com 15 títulos conquistados. Sua última celebração foi em 2011, na Copa América realizada no Paraguai. Luís Suárez é a estrela da equipe e aposta por muitos gols no torneio.

Já os chilenos tiveram duas conquistas recentes que colocaram o país no patamar dos grandes do continente. O bicampeonato da Copa América (2015-2016) sobre a Argentina deixou muitos torcedores empolgados e confiantes sobre o futuro da seleção. Nesta temporada, o Chile deve contar com o atacante Alexis Sanchez, um dos destaques do bi.

Maiores vencedores

Como mencionado anteriormente, o Uruguai é o maior campeão da América com 15 títulos. A Argentina vem em segundo com 14 conquistas, mas não vence o torneio desde 1993. Para se ter uma ideia, naquela época ainda jogava Simeone, atual técnico do Atlético de Madri, Batistuta e o carrasco do Brasil da Copa de 1990, Caniggia. Faz muito temo.

O Brasil é o terceiro maior vencedor com nove títulos. Peru, Chile e Paraguai estão empatados na quarta posição com dois títulos cada. A Colômbia e a Bolívia possuem uma conquista cada. Equador e Venezuela ainda buscam o título inédito.





Publicidade

Links patrocinados