Menu

Galo luta para que Prefeitura de BH libere obrigatoriedade de teste de Covid-19 para torcedores

O Atlético está tentando, junto à Prefeitura de Belo Horizonte, que os torcedores com imunização completa contra a covid-19 (duas doses ou vacina de dose única) não precisem apresentar teste negativo para coronavírus nos jogos do time no Mineirão.

 Foto: Divulgação/InternetFoto: Divulgação/Internet

Atualmente, o protocolo estabelecido obriga a testagem em até 72h antes da partida para todo o público presente no estádio. A informação é do repórter Claudio Rezende, da Rádio Itatiaia.

Como argumento para a liberação, o Galo se baseia nos protocolos estabelecidos em outras cidades, como Rio de Janeiro e São Paulo. Nesses locais, o torcedor não precisa apresentar o teste negativo para covid-19.

Nos bastidores do Atlético, há o entendimento que a liberação da obrigatoriedade do teste beneficiaria a ida do torcedor ao Mineirão, já que o custo atual para ir aos jogos do time acaba ficando mais alto, ao somar os preços do ingresso e do teste.

Além disso, o Atlético também reivindicou o aumento do percentual de público liberado no estádio, que atualmente é de 30%. O clube também se baseia nas decisões de outros estados. No Rio de Janeiro, por exemplo, o Flamengo já tem a liberação de 50% de público no Maracanã.

Em são Paulo, a partir do dia 15 de outubro também será esse mesmo percentual e, no início de novembro, já haverá liberação de 100% da capacidade dos estádios.

Com Itatiaia




Publicidade

Links patrocinados MGID