Logo

Novo protocolo: Minas proíbe crianças e reduz capacidade de estádios em 20 mil torcedores

As duas primeiras rodadas do Campeonato Mineiro 2022 terão capacidade reduzida a 20 mil torcedores nos estádios e está proibida a entrada de crianças, de até 12 anos, nas arenas. O anúncio foi feito na tarde desta quarta-feira (19), após reunião na Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). A medida foi adotada em função da alta de casos de Covid-19 em Minas Gerais, com a disseminação da variante ômicron.

Foto: Pedro Souza/AtléticoFoto: Pedro Souza/Atlético

A limitação de público vale para todas as arenas que têm capacidade superior a 20 mil pessoas. Nos estádios que comportam entre 20 e 30 mil torcedores, como o Independência, não haverá limitação, ou seja, pode ocorrer a lotação máximo. O mesmo cenário deve se repetir no interior, em que a grande maioria dos estádios têm a mesma capacidade.

Para acessar os jogos será preciso apresentar o comprovante de vacinação com as duas doses da vacina. Outro protocolo adotado, para quem não se vacinou, é a apresentação de um exame comprovando a infecção pelo coronavírus nos últimos 30 dias.

As informações foram repassadas pelo presidente da Federação Mineira de Futebol (FMF), Adriano Aro. Segundo ele, as regras valerão, neste momento, apenas para as duas primeiras rodadas, como modelo experimental, e para avaliação dos protocolos que serão utilizados no decorrer do campeonato.

Atlético critica redução

Em nota publicada na manhã desta quarta-feira (19), o Atlético criticou a possibilidade de redução de público nos estádios, dizendo que a proposta seria "demagógica"; para o clube, o futebol segue normas mais rígidas de controle de pessoas, com apenas acesso aos locais das partidas com esquema vacinal completo e testagem em até 72 horas antes do evento.

Da redação com O Tempo



Publicidade

© Copyright 2008 - 2022 SeteLagoas.com.br - Powered by Golbe Networks