Menu

Cruzeiro vence Náutico com golaço e assume liderança da Série B

Com um golaço por cobertura do meio-campista Willian Oliveira, ainda na primeira etapa, o Cruzeiro derrotou o Náutico por 1 a 0, neste domingo (15), no estádio dos Aflitos, no Recife. A vitória foi a quarta consecutiva da Raposa pela Série B do Campeonato Brasileiro - a quinta na temporada.

Foto: Staff Images/CruzeiroFoto: Staff Images/Cruzeiro

O triunfo em Pernambuco dá ao Cruzeiro, pela primeira vez desde o rebaixamento, em 2019, a liderança da Segunda Divisão. O time celeste alcançou 16 pontos na tabela - quatro a mais que o Novorizontino, primeiro clube fora do G4. O Sport, vice-líder, tem 14.

Pela frente, a Raposa terá uma semana cheia para trabalhar na Toca da Raposa II. O próximo compromisso pela Série B será apenas no domingo (22), às 11h, diante do Sampaio Corrêa. A partida marcará o retorno da Raposa ao Mineirão depois de dois jogos (vitórias sobre Grêmio e Remo) no Independência.

O jogo

Apesar das seis modificações em relação ao time que venceu o Remo no meio de semana, pela Copa do Brasil, o Cruzeiro conseguiu manter o padrão de jogo, o controle da posse de bola e o volume ofensivo desde a primeira etapa. Aos 25', Daniel Jr conduziu a bola até a grande área, e, sem marcação, chutou cruzado. Daniel Perri defendeu.

Cinco minutos depois, o Náutico respondeu - em sua única grande chance nos 45 minutos iniciais. Após boa troca de passes, Jean Carlos recebeu na ponta esquerda, cruzou para área, mas Amarildo parou nas mãos de Rafael Cabral, que fez importante intervenção. A partir daí, o time celeste intensificou o controle. Tanto que, aos 38', abriu o placar.

Willian Oliveira recuperou a bola no meio-campo, tocou para Rafael Silva, que passou para Fernando Canesin. De volta ao time titular, ele lançou Willian Oliveira, que encontrou espaço entre os zagueiros do Náutico. O volante deu um toque com perfeição, por cima de Perri, para balançar a rede.1 a 0. Aos 45', Rafael Silva quase ampliou em bonito voleio da intermediária.

Atrás do placar, o Náutico voltou do intervalo mais agressivo. Em melhores condições físicas, já que não teve jogo durante a semana, os donos da casa reforçaram a pressão pós-perda. Naturalmente, o Cruzeiro recuou sua linha de marcação.

Apesar da melhora de rendimento na partida, o Timbu encontrou dificuldades para criar chances claras de gol, e Rafael Cabral precisou trabalhar em poucas oportunidades na etapa final. Assim, a Raposa conseguiu segurar o resultado, garantir a quarta vitória seguida na Série B - quinta na temporada - e assumir a liderança da tabela.

NÁUTICO 0X1 CRUZEIRO

Náutico
Lucas Perri; Bryan, Bruno Bispo, Camutanga (Carlão) e Ailton (Thassio); Djavan, Ralph (Pedro Vitor) e Rhaldney; Jean Carlos, Luis Phelipe (Eduardo Teixeira) e Amarildo (Júlio). Técnico: Roberto Fernandes

Cruzeiro
Rafael Cabral; Zé Ivaldo (Geovane), Oliveira e Eduardo Brock; Marcelinho (Rômulo), Willian Oliveira (Adriano), Neto Moura e Rafael Santos; Fernando Canesin, Daniel Jr (Miticov) e Rafael Silva (Luvannor). Técnico: Paulo Pezzolano

Gol: Willian Oliveira (aos 38'1ºT)
Cartões amarelos: Oliveira, Zé Ivaldo e Geovane (Cruzeiro); Camutanga e Bryan (Náutico)

Motivo: 7ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio dos Aflitos, no Recife-PE
Data e horário: 15 de maio de 2022 (domingo), às 16h
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi e José Eduardo Calza (RS)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Da Redação com Superesportes



Publicidade

Links patrocinados MGID