Menu

Romeu Zema defende regulamentação mais justa do mercado de combustíveis

O governador Romeu Zema defendeu, na tarde desta quarta-feira (19/2), em Belo Horizonte, uma regulamentação mais justa do mercado de combustíveis, combatendo a sonegação de impostos. Zema participou de um seminário para discutir as mudanças no comércio de combustíveis no país, organizado pelo sindicato dos postos de combustíveis em Minas Gerias (Minaspetro).

Foto:Gil Leonardi / Imprensa MGFoto:Gil Leonardi / Imprensa MG

Romeu Zema destacou a necessidade de reformas estruturais na legislação para que o Estado possa voltar a se desenvolver. Segundo ele, se as leis não acompanharem o dinamismo do mundo, elas vão passar a servir como obstáculos. O governador também reforçou que é preciso “retirar as amarras do setor produtivo” e garantir uma concorrência mais leal.

“Sei dos problemas que o setor enfrenta, a questão da sonegação, da concorrência desleal. A Secretaria de Fazenda está à disposição para aprimorarmos estes pontos. Queremos que quem trabalhe corretamente seja protegido de quem trabalha desonestamente. Um mercado bem regulamentado, justo, é um mercado que faz com que quem é bom sobreviva e que quem é ruim seja eliminado. Infelizmente, no Brasil, o que se viu nos últimos anos foi o contrário, mas vejo que há boa vontade do governo federal e, do nosso Estado, vocês podem contar conosco. Para aquilo que for necessário - mexer com tributação, etc -, para aprimorar este sistema, nós estaremos à disposição”, afirmou o governador.

Entre os principais temas em debate no seminário estiveram a liberação da venda direta de etanol das usinas para os postos, a regulação do “delivery” de combustíveis via aplicativos e a permissão da verticalização no setor.

O presidente da Minaspetro, Carlos Guimarães Júnior, se disse preocupado com algumas das mudanças. “São coisas que podem transformar o nosso negócio. E, se for transformar para modernizar, nós somos a favor e vamos lutar por isso. Agora, se for transformar para trazer sonegação e mais irregularidades para o mercado, aí nós temos que combater. É uma oportunidade que a gente está tendo hoje de escutar essas lideranças, debater e contribuir para que tenhamos um mercado justo e competitivo e que possamos voltar a crescer neste ano”, afirmou Júnior.  

O evento contou também com a participação do deputado estadual Guilherme da Cunha, especialistas e lideranças do setor, além de empresários revendedores.

Com Ascom Governo de Minas




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados