Menu

Bebedeira é a ocorrência mais atendida pelos bombeiros no carnaval

A ingestão excessiva de álcool é a ocorrência mais atendida no carnaval, de acordo com o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) desde a sexta-feira (21), quando começou a maior concentração de público da folia, em Belo Horizonte. O consumo excessivo de bebida, mistura alcoólica ou outras substâncias chega a concentrar 70% das ocorrências, com faixa etária de vítimas entre 16 e 25 anos.

Bombeiros atendem foliões embriagados no tipo de ocorrência mais frequente do carnaval — Foto: CBMMGBombeiros atendem foliões embriagados no tipo de ocorrência mais frequente do carnaval — Foto: CBMMG

Segundo o CBMMG, as intoxicações chega a gerar "overdose - provocada por álcool ou outras substâncias − pode causar euforia, vômito, dor de cabeça, sensação de boca seca, tontura, entre outros sintomas. A tontura, por exemplo, pode causar um problema ainda maior. Ao sentir-se mal, o folião perde o equilíbrio, podendo cair e sofrer lesões ou até traumatismo craniano, que pode deixar sequelas por toda vida", afirma a corporação.

"Por esse motivo, o Corpo de Bombeiros lançou neste ano, mais uma novidade: a campanha “Cuide do seu amigo!”. Ao perceber que seu amigo já ingeriu bebida alcoólica além do normal, antes que ele perca a consciência, ofereça água para hidratar e diminuir o efeito do álcool no sangue, e se perceber que ele vai cair, segure-o, amortecendo o impacto e chame ajuda imediatamente", afirma o CBMMG.

Com Estado de Minas




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados