Logo

Fábrica de lingerie inova e passa a vender 'máscara fashion' em Contagem

Se o cancelamento de pedidos e o descumprimento de pagamentos dos clientes devido à crise motivada pela pandemia do Covid-19 poderiam colocar a empresária Elizete Ribeiro, proprietária de uma fábrica de peças íntimas de Contagem, na região metropolitana, em muitas dívidas, foi a mesma crise que deu a ela a solução para fugir dos problemas financeiros. Com o material em mãos, a mulher saltou da produção de calcinha e sutiã para a de máscaras de proteção. Em apenas dois dias, ela já vendeu 800 unidades do produto, algumas delas em modelo “fashion”, ou seja, em tons coloridos.

VL Lingerie apostou nos tons coloridos e fez sucesso. Foto: Divulgação/VL LingerieVL Lingerie apostou nos tons coloridos e fez sucesso. Foto: Divulgação/VL Lingerie

Além da preocupação com o futuro, Elizete se indignou quando foi procurar máscaras para as seis funcionárias da fábrica, fator que também influenciou na decisão de comercializar o produto. Ela chegou a encontrar a unidade sendo vendida a R$ 4,50. É a primeira vez, em 28 anos de negócio, que a empresária se vê em uma situação como essa.

“Eu tinha o tecido impermeável aqui e comprei mais um rolo. Quando eu falei que ia fabricar máscara, apareceu um monte de comprador, de outras empresas também que não poderiam parar de funcionar, que tinha necessidade. E a coisa foi crescendo em uma proporção que eu pensei: ‘nossa, agora eu tinha que ter mais mão de obra’. A cada dia que passa eu estou dispensando pedidos porque eu não tenho mão de obra”, disse a empresária.

A VL Lingerie, da qual Elizete é proprietária, também tem uma loja física no BH Outlet e não tem previsão de retorno. As máscaras da empresa são vendidas a R$ 1 e podem ser contratadas via instagram ou na sede da fábrica. Mas há o risco de ela não conseguir atender a todas as demandas. “Eu precisaria de mais mão de obra. É só para cobrir mesmo as minhas despesas, não estou visando lucro. Só não estou fazendo sem cobrar porque eu não posso, se não eu faria também. O resultado da venda de lingerie nem se compara. Isso foi só para cumprir despesas mesmo”, contou.

Para acessar as redes sociais da empresa basta entrar no Instagram e procurar pelo perfil @vllingerie. A fábrica está localizada na rua Josias Machado, 282, sala 203, no bairro Inconfidentes, em Contagem. As vendas acontecem de 8h às 17h, de segunda a sexta.

Com O Tempo




Publicidade
Publicidade

© Copyright 2008 - 2020 SeteLagoas.com.br - Powered by Golbe Networks