Menu

SEGUINDO A ONDA: Governo de Minas autoriza shoppings mesmo com aceleração de casos no estado

Depois de o governo admitir aumento exponencial da curva de transmissão em Minas, o secretário-adjunto de desenvolvimento econômico, Fernando Passalio, anunciou a liberação de funcionamento de shoppings em todas as ondas do Minas Consciente. Desde o início da pandemia, infectologistas alertam que esses centros comerciais, por receberem muitas pessoas, aumentam o risco de contágio da doença.

Hospital de campanha de Minas/Foto: Gil LeonardiHospital de campanha de Minas/Foto: Gil Leonardi

O anúncio foi feito durante entrevista coletiva nesta quinta (4), que teve a participação do secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral. Mudanças nos protocolos sanitários flexibilizam outros segmentos econômicos. Também foi informado pelo governo nova data para o pico da doença, 19 de julho, com a confirmação de 2.047 novos casos.

Os salões de beleza saíram da onda vermelha, com protocolos mais rígidos diante de maior risco de transmissão, para a zona amarela. Os hoteis passaram para a onda verde, em que estão incluídos serviços essenciais.

"Alteração que houve em relação aos shoppings são as seguintes: deixam de ser zonas proibidas no que tange o funcionamento nas ondas. As lojas no interior dos shoppings poderão funcionar na mesma dinâmica, no limite da respectiva onda que o município está", informou Fernando.

Ele disse ainda que os estabelecimentos comerciais para abrir devem seguir os protocolos respectivos de cada onda. "Se o município está na onda verde, os shoppings poderão funcionar, e as lojas do seu interior, seguindo os limites do segmento da onda verde. O município que estiver na onda branca, as lojas do shopping poderão funcionar tanto dos segmentos da onda verde quanto onda branca e assim sucessivamente", completou.

De acordo com balanço do governo, 110 municípios aderiram ao programa Minas Consciente, o que corresponde a uma população de 3 milhões de mineiros. "Os municípios que estão na onda amarela poderão ter seus salões de beleza funcionando. Avanço que teve do segmento que estava na onda vermelha", informou Fernando.

O secretário informou que os municípios da Região Noroeste, que estavam na onda branca, retrocederam para a onda verde.

Da Redação com EM




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados