Menu

Sete Lagoas tem o primeiro caso de síndrome inflamatória infantil ligada à Covid-19, informa a SES-MG

Quarenta e um casos da Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P), possivelmente provocada pela Covid-19, são investigados em Minas. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) nessa terça-feira (19).

Foto: Arte Ryasick/SAÚDE é Vital Foto: Arte Ryasick/SAÚDE é Vital

Desde o ano passado, 166 notificações foram feitas no Estado. Porém, 76 foram descartadas. Atualmente, 49 registros foram confirmados, sendo 17 em Belo Horizonte. Dentre as cidades listadas com casos Sete Lagoas aparece com 1 caso, sendo este o primeiro da síndrome na cidade. Não há óbitos.

A maioria dos casos, 55,1%, foi confirmado em crianças de até 4 anos. Pacientes de 5 a 9 anos representam 38,8% e os de 10 a 14, 6,1%.

Das crianças que tiveram a síndrome, 87,8% não apresentavam comorbidades. Vinte e quatro cidades mineiras já confirmaram casos da SIM-P (confira abaixo).

Sintomas

Os pacientes diagnosticadas com a enfermidade podem apresentar quadro de insuficiência respiratória de forma grave, além de doença renal e insuficiência cardíaca agudas. Os principais sintomas são febre, manchas vermelhas na pele, conjuntivite, edema nos pés e nas mãos.

Veja os municípios de residência de quem teve a doença:

Belo Horizonte: 17
Contagem: 4
Montes Claros: 3
Uberlândia: 3
Betim: 2
Vespasiano: 2
Araxá: 1
Bom Repouso: 1
Caldas: 1
Catuji: 1
Ipatinga: 1
Juiz de Fora: 1
Nova Serrana: 1
Oliveira: 1
Pedro Leopoldo: 1
Santa Luzia: 1
Santo Antônio do Monte: 1
São Gotardo: 1
São Lourenço: 1
Sarzedo: 1
Sete Lagoas: 1
Teófilo Otoni: 1
Ubá: 1
Uberaba: 1

 

Da Redação com HD





Publicidade

Links patrocinados

 
O SeteLagoas.com.br utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência!