Menu

COVID: Justiça suspende vacinação em adolescentes de Betim

A Prefeitura de Betim, na Grande BH, informou que Justiça de Minas suspendeu a vacinação de adolescentes de 12 a 14 anos contra Covid-19 na cidade.

Foto ilustrativa/Reprodução: InternetFoto ilustrativa/Reprodução: Internet

A informação foi divulgada pela prefeitura na manhã desta quinta-feira (17) e confirmada pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

A decisão do juiz Taunier Cristian Malheiros Lima, da Vara Empresarial, da Fazenda Pública e Autarquias, de Registros Públicos e de Acidentes do Trabalho da comarca de Betim, foi emitida na noite de quarta-feira (16).

"Suspender a vacinação de estudantes de 12 a 14 anos, até comprovação documental de que todos os grupos prioritários do Plano Nacional de Operacionalização de Vacinação contra a Covid-19 e todos os maiores de 18 anos foram vacinados na cidade de Betim", explicou Taunier em um trecho da decisão.

O juiz ainda disse que, caso a decisão não seja cumprida, o município poderá pagar uma multa de R$ 500 por dose da vacina aplicada.

A prefeitura disse que irá recorrer da decisão ainda nesta quinta.

A balconista Nara Pontes tinha levado o filho Nicolas Oliveira, de 14 anos, para vacinar no bairro PTB, nesta manhã, e teve que voltar para casa por causa da suspensão judicial.

"A gente já tinha planejado vir, todo mundo ansioso com esta vacina. Pra mim seria ótimo, uma proteção a mais. É muito triste chegar aqui e não ter essa autorização. A gente vir e ter que voltar pra casa. Difícil de aceitar."

Com G1





Publicidade

Links patrocinados