Logo

MG recebe 246 mil testes rápidos de Covid em lançamento de plano nacional de expansão da testagem

Minas Gerais recebeu cerca de 246,7 mil testes rápidos de antígeno para detecção da Covid-19 do Ministério da Saúde nesta semana.

Foto: TV GloboFoto: TV Globo

A distribuição dos exames é parte do Plano Nacional de Expansão da Testagem para o Novo Coronavírus, lançado nesta sexta-feira (17), mais de um ano e meio após o início da pandemia, com o objetivo de ampliar o diagnóstico e reduzir a disseminação da doença no Brasil.

Belo Horizonte foi uma de seis cidades brasileiras a contar com um evento de lançamento. A capital recebeu 29 mil testes rápidos nesta semana, e a expectativa é que cerca de 250 sejam aplicados nesta sexta no Centro de Referência da Juventude (CRJ). Os interessados estão recebendo senhas.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Jackson Machado, a testagem é importante porque permite o rastreamento de casos pouco sintomáticos.

"A gente fazia o RT-PCR nos casos muito graves, e isso deixava passar uma quantidade de pessoas potencialmente capazes de transmitir o vírus. Com esse teste rápido, a gente amplia nossa capacidade de detecção mais precoce dos casos, de rastreamento de contatos e, assim, (consegue) uma vigilância epidemiológica que permite um controle maior sobre o número de casos na cidade", disse Machado.

Segundo ele, os testes rápidos de antígeno serão disponibilizados nos Centros Especializados em Covid-19 (Cecovid) e, possivelmente, nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

"Quanto maior o número de pessoas testadas, maior vai ser a nossa percepção da transmissão do vírus na cidade. Quanto mais testes fizermos, melhor", afirmou.

Segundo o Ministério da Saúde, em torno de 60 milhões de testes de antígeno serão distribuídos a todo o país. A pasta orienta que os exames, que detectam a presença da proteína do coronavírus em 15 minutos, sejam disponibilizados em locais de grande circulação de pessoas.

A ideia é identificar os casos de Covid-19 mais rapidamente, promover o isolamento dos contaminados e o rastreamento e a testagem dos contatos.

"A testagem é fundamental para o controle da pandemia. Já crescemos muito na quantidade de testes do começo da pandemia para agora, e esse montante que vem chegando do Ministério da saúde se soma ao que o estado adquiriu e comprou. Todos os municípios terão testes para poder aplicar", afirmou o secretário estadual de Saúde, Fábio Baccheretti.

Com Portal G1




Publicidade

© Copyright 2008 - 2021 SeteLagoas.com.br - Powered by Golbe Networks