Menu

Grupo corta cabelo e mantém em cárcere jovem que não pagou corrida em Minas

Dois homens e uma mulher foram presos na noite dessa sexta-feira (5) em Sabará, na região metropolitana de Belo Horizonte, suspeitos de agredirem uma adolescente de 13 anos. O grupo ainda manteve a menina em cárcere privado e cortou o cabelo dela. O crime teria acontecido porque a vítima saiu de um carro de aplicativo sem pagar o motorista.

Foto: Reprodução InternetFoto: Reprodução Internet

De acordo com informações do boletim de ocorrência, no último domingo (31 de julho), a adolescente solicitou uma corrida de Vespasiano, também na região metropolitana, até Sabará. Ela fez o caminho de volta com o mesmo motorista. Chegando ao destino, a menina saiu do carro e foi até a casa da avó, sem pagar a corrida.

Os suspeitos, então, foram até a residência da mulher e a obrigaram a dar o valor referente ao serviço prestado à neta. Mesmo após a avó da menina quitar a dívida, o grupo passou a agredir a adolescente com socos, chutes e golpes de faca. Os suspeitos ainda cortaram o cabelo da vítima, a levaram para uma casa e a mantiveram presa, além de ameaçá-la de morte. Uma mulher filmou todas as ações.

A polícia conseguiu localizar os autores. Com um dos suspeitos, foram encontradas algumas munições. Com o outro homem, foram encontrados cinco pinos de cocaína. A mulher mostrou as gravações que havia feito para a polícia, mas afirmou que não tinha participado das agressões.

Os três foram presos e encaminhados para a delegacia. Dois homens têm passagens por tráfico de drogas. O caso será investigado.

Da Redação com OTempo



Publicidade

Links patrocinados MGID