Menu

Jovens que vendiam ecstasy pelos Correios são presos em Sete Lagoas

Dois homens foram presos em Sete Lagoas, na manhã dessa quarta-feira (04), por suspeita de tráfico de drogas. Segundo o Departamento de Investigação Antidrogas da Polícia Civil (Denarc), os dois atuavam de forma ousada, recebendo e enviando drogas por meio do serviço dos Correios. Com os suspeitos, foram apreendidos cerca de 3.500 comprimidos de ecstasy, porções de haxixe, de maconha, LSD e MDMA.

Foto: Bruno MenezesFoto: Bruno Menezes

A Polícia chegou até os rapazes após monitorar uma das encomendas, que era levada por um dos suspeitos. Segundo o chefe do Denarc, o jovem partiu de São Paulo, chegou a Belo Horizonte e seguiu para a casa do outro, em Sete Lagoas. “Os clientes deles nós ainda não levantamos. Em entrevista preliminar, nós conseguimos notar que essas drogas eram enviadas aos clientes da mesma forma que eles recebiam, pelos Correios”, explicou.

Um ponto que chamou a atenção dos investigadores é que os dois suspeitos, baseados na quantidade de droga apreendida, eram grandes traficantes da cidade e não possuíam nenhum histórico criminal. “Eles não tem o perfil do traficante clássico. São pessoas que não tem nenhuma passagem pela polícia. Não estão trabalhando, mas estão estudando em universidade”, afirmou o chefe do Denarc.

Em depoimento à polícia, os dois preferiram ficar calados. O Denarc informou que as investigações continuam para identificar como se dava o esquema de tráfico e qual era o público principal dos suspeitos.

Com O Tempo




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados