Menu

Adolescente de 15 anos é apreendido acusado de roubo e a agressão em Paraopeba

Na noite dessa quinta-feira (12), por volta das 23h, os militares obtiveram informações de que dois indivíduos, que estariam usando uma bicicleta motorizada de cor vermelha, teriam cometido assalto a uma vítima identificada como P. G. C. P. (32) enquanto ela voltava do trabalho em Paraopeba. O crime aconteceu, de acordo com a denúncia, na Rua Caetanópolis, no bairro Nossa Senhora do Carmo.

 Foto: Polícia Militar/DivulgaçãoFoto: Polícia Militar/Divulgação

Segundo informações, os autores tentaram atropelar a vítima com a bicicleta. Um deles, um adolescente de nome Y. E. A. M. (15), desceu do veículo e desferiu uma cotovelada no rosto da vítima, arremessando-a ao solo. Em seguida, o menor tomou o aparelho celular da mão de P. G. C. P. e disse ao comparsa (identificado posteriormente como R. S. S. (16)): “me dá o negócio aí que eu vou dar um tiro nela”. No entanto, o companheiro conseguiu convencer o agressor a irem embora, uma vez que já tinham consumado o roubo. Com isso, eles fugiram do local sem serem localizados.

Contudo, a vítima efetuou o rastreamento do aparelho usando um sistema específico e ele foi localizado na Rua Enéas Leão. A informação foi comunicada à Polícia Militar (PM), que enviou policiais até o endereço indicado.

Quando rastreavam os autores pela Rua João Botelho, os militares avistaram Y. E. A. M. e perceberam que ele aparentava, segundo o relato da vítima, ser um dos infratores. Ao ser abordado, ele negou a participação no crime. Porém, diante das evidências, o menor confessou ter cometido o roubo e ainda informou o nome do outro autor. Ele contou também que o celular estaria com o outro adolescente e que a bicicleta utilizada estava escondida no mato.

De posse das novas informações, os militares compareceram na residência de R. S. S. e foram recebidos pela irmã do menor, que informou que o veículo pertencia a C. V. S. C. (18). Ainda durante a apuração, o dono da bicicleta foi visto em uma mata próxima e, ao notar a presença dos policiais, fugiu saltando muros de imóveis e não foi localizado.

Ainda durante a ocorrência, a irmã do menor ligou para o 190 e informou que o suspeito havia retornado a casa e no local tinha deixado, na caixa de correios, o celular roubado. Sendo assim, os militares voltaram ao local e recuperaram o aparelho.

Diante dos fatos, Y. E. A. M. foi apreendido e conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de Sete Lagoas. O celular também foi entregue no local. Já os outros dois jovens não foram encontrados.

Da Redação

Nota: Pelas leis vigentes no país, não podemos publicar nome e fotos de suspeitos de crimes cometidos ainda não julgados. O SeteLagoas.com.br segue princípios básicos e imprescindíveis do bom jornalismo.




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados