Menu

Menina pede celular do vizinho e liga para mãe para contar sobre estupros

Após seis anos sendo vítima de estupros e ameaças do padrasto, uma adolescente de 13 anos pegou o celular do vizinho e contou para a mãe sobre os abusos. A denúncia foi feita nessa quinta-feira (12). O caso aconteceu na zona rural de Montes Claros, no Norte de Minas Gerais, onde a vítima mora com a família.

Suspeito carregava uma espingarda carregada quando foi preso — Foto: Polícia Militar / DivulgaçãoSuspeito carregava uma espingarda carregada quando foi preso — Foto: Polícia Militar / Divulgação

De acordo com o Boletim de Ocorrência, a menina contou aos militares que era abusada desde os 7 anos, mas que o padrasto, de 32 anos, ameaçava de morte a mãe dela e os dois irmãos. Isso fez com que ela nunca contasse o crime. No entanto, após ser estuprada mais uma vez na manhã desta quinta, ela resolveu contar para a mãe.

Em depoimento à Polícia Militar, a adolescente contou que o suspeito passava as mãos em seu corpo e em suas partes íntimas, praticava sexo oral com ela e penetração. O crime acontecia sempre que todos da casa dormiam. A adolescente disse que ele entrava no quarto e tapava a boca dela para que a vítima não pedisse socorro.

O homem viu a adolescente ligando para a mãe e a ameaçou mais uma vez, dizendo que quando a Polícia Militar chegasse ela deveria dizer que 'estava brincando' e que os abusos eram mentira. A vítima foi levada para o Hospital Universitário para passar por exames.

O suspeito fugiu por um matagal, mas foi encontrado pela Polícia Militar. Ele confessou que cometia os abusos contra a enteada. Uma espingarda carregada foi encontrada próxima ao local onde ele estava escondido.

O suspeito afirmou que a arma era dele. Ele foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil que vai investigar o caso. Moradores da região contaram que suspeitavam dos abusos, mas que não tinham provas, então nunca denunciaram.

Com O Tempo




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados