Menu

Travesti é esfaqueada, detalha características de assassino e morre em Minas; a vítima era de Sete Lagoas

Uma travesti, de 22 anos, identificada como Sabrina Sampaio (nome social), foi morta após ser esfaqueada na madrugada da última segunda-feira (10), em Conselheiro Lafaiete, na região Central de Minas Gerais. Antes de morrer, a vítima conseguiu passar as características do autor para os militares. A vítima era natural de Sete Lagoas.

Foto: Redes sociais/ReproduçãoFoto: Redes sociais/Reprodução

De acordo com a PM, Sabrina foi atingida após um programa sexual. Mesmo debilitada, ela contou que a discussão começou depois de um desentendimento em decorrência do valor cobrado pelo programa.

Os envolvidos começaram a lutar e, em determinado momento, o homem pegou uma faca. A travesti foi atingida no pescoço, ombro e cabeça.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) levou Sabrina, em estado grave, para um hospital, mas ela precisou ser transferida para o Hospital Maternidade São José, devido à gravidade dos ferimentos.

Apesar dos procedimentos médicos realizados, a vítima não resistiu. Antes de morrer, ela conseguiu passar as características do autor. Conforme disse Sabrina, o agressor é um homem alto, moreno, de aproximadamente 30 anos. Ele usava camisa laranja no momento do crime.

Buscas foram realizadas na cidade, mas até o fechamento desta reportagem, o autor não havia sido localizado. O caso é investigado pela Polícia Civil.

O supultamento da vítima vai acontecer na tarde desta quarta-feira em Belo Horizonte.

Da Redação com BHAZ




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados