Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /var/www/setelagoas/plugins/system/tagz/tagz.php on line 214

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /var/www/setelagoas/plugins/system/tagz/tagz.php on line 217
Mais de 30 pessoas são presas em operação de combate ao crime organizado em Pompéu e região
Logo

Mais de 30 pessoas são presas em operação de combate ao crime organizado em Pompéu e região

Policiais penais do Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen-MG), da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), participaram, nessa quinta-feira (14), de uma operação conjunta com o Ministério Público, Polícia Militar e Polícia Civil de combate a organizações criminosas com forte atuação em Pompéu, na região Central de Minas, e municípios do entorno. Coordenada pela Promotoria de Justiça de Pompéu e pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO), por meio da Regional de Divinópolis, a Operação Vesúvio tinha como alvo organizações especializadas no tráfico de drogas, associação para o tráfico, homicídios e outras práticas criminosas.

Foto: ReproduçãoFoto: Reprodução

A operação foi fruto de uma investigação realizada nos últimos 11 meses. Foram cumpridos 34 mandados de prisão temporária, três mandados de internação provisória de adolescentes e 36 mandados de busca e apreensão. Houve cumprimento de mandados, ainda, nas cidades de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, e Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Do Depen-MG, participaram 40 policiais penais e duas enfermeiras, encarregadas de verificar a situação de saúde das pessoas detidas na Operação Vesúvio. Os policiais penais convocados são lotados nas unidades de Pompéu, Formiga e São Joaquim de Bicas, na Região Central; e Três Corações, no Sul de Minas.

Diretor regional do Depen pela 7ª Região Integrada de Segurança Pública (7ª Risp), Sérgio Evaristo de Souza explica que a atuação integrada das forças de segurança na região já é uma rotina. “Temos uma atuação fundamental em operações deste porte, pois as Polícias Militar e Civil, assim que efetuam uma prisão, passam o detido para a nossa responsabilidade. Desta forma, agilizamos a atuação destes policiais para o cumprimento dos mandados de prisão e de busca e apreensão”, detalha.

A Operação Vesúvio contou com a participação de quatro promotores de justiça, 164 policiais militares, 62 policiais civis e 40 policiais penais, distribuídos em um total de 52 viaturas e 2 aeronaves. Ela foi denominada Vesúvio em alusão ao vulcão italiano, que destruiu as cidades de Pompeia e Herculano, dentre outras catástrofes decorrentes de sua erupção, há quase 2 mil anos.

Com Ascom Secretaria de Estado de Segurança de Minas Gerais




Publicidade
Publicidade

© Copyright 2008 - 2020 SeteLagoas.com.br - Powered by Golbe Networks