Menu

Mãe mata filha de 4 anos e comete suicídio em seguida em Sete Lagoas

Na manhã dessa segunda-feira (22), uma mulher identificada como Fabiana Aparecida Fernandes Teixeira Nascimento (46) foi encontrada sem vida em casa. Com ela estava a filha, Laura, de quatro anos. A suspeita é de que a mulher tenha atirado na criança e, em seguida, se matado. O fato aconteceu no bairro Nova Cidade, em Sete Lagoas.

Foto: Reprodução/WhatsAppFoto: Reprodução/WhatsApp

As duas foram encontradas por familiares. As mortes foram provocadas por uso de arma de fogo.

O marido da vítima, disse que nessa segunda saiu de casa por volta de 9h20 a fim de resolver um problema particular, e que a mulher, a menina e outros dois filhos, de 19 e 14 anos, ficaram na residência. Pouco mais de uma hora depois, às 10h30, ele retornou e encontrou os dois filhos em pranto, na porta de casa.

Os filhos contaram que, logo que o pai saiu, a mãe pediu que fossem ao supermercado efetuar algumas compras. Ao retornarem, encontraram a porta do quarto do casal trancada. Bateram e chamaram pela mãe, mas como ela não respondeu, arrombaram e adentraram, encontrando a mãe e a irmã mortas. A reação dos dois foi sair correndo da casa e esperar pelo retorno do pai.

Vizinhos relataram ter ouvido os barulhos dos tiros vindos da casa da vítima. No entanto, pensaram que se tratava do som de bombas de festa junina.

Ainda de acordo com o marido, a mulher estava com quadro depressivo, se culpando por ter tido uma filha com mais de 40 anos. Tal história também foi confirmada pela irmã da vítima. Segundo ela, Fabiana havia dito, há 15 dias, que tinha medo de que a filha fosse discriminada por ser muito mais nova que os irmãos.

O caso foi encaminhado à Delegacia de Homicídios de Sete Lagoas, e as investigações estão a cargo da delegada Marisa Andrade.

Da Redação com Estado de Minas




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados