Menu

Polícia Civil prende acusados de matar idoso com requintes de crueldade em Pedro Leopoldo

Equipes da Polícia Civil de Pedro Leopoldo prenderam no início da noite dessa sexta-feira (3), os dois principais acusados pela morte do Senhor João de Oliveira Santos, de 70 anos. O corpo da vítima foi encontrado na última terça-feira, 30 de junho, no bairro Magalhães. O sepultamento aconteceu na manhã de ontem em clima de muita comoção.

Foto: ReproduçãoFoto: Reprodução

O Mix Notícias apurou que um dos acusados é universitário do curso de Direito e trabalhava como estagiário em um escritório da cidade. O outro suspeito é Técnico de Enfermagem no Pronto Atendimento Municipal. Ambos foram presos após cumprimento de mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça. Ao todo, 12 Policiais e dois delegados participaram da Operação Policial.

Sobre a investigação

Além do homicídio, os acusados devem responder pelo crime de extorsão praticado contra a vítima antes dela ser morta. O corpo do Senhor João foi encontrado com a cabeça envolvida por um plástico e as mãos amarradas para trás. Amigos contaram à nossa equipe que o idoso havia recebido uma herança recentemente e essa deve ter sido uma das motivações para o crime.

Nos últimos dois dias a foto dos acusados foi amplamente divulgada nas redes sociais com a informação que eles teriam se entregado à Polícia em Sete Lagoas, no entanto, eles foram presos há poucas horas após árduo trabalho de investigação das equipes de Pedro Leopoldo.

Próximo passos

Com a prisão dos acusados a Polícia Civil vai agora ouvir testemunhas e familiares da vítima. Os dois homens presos nesta noite também serão ouvidos em cartório. O Inquérito Policial instaurado para apurar a morte do Senhor João deve ser concluído dentro de trinta dias. Este é o mesmo prazo dado pela Justiça para que os suspeitos fiquem presos, mas a prisão deles pode ser convertida em preventiva.

Com Mix Notícias e Portal Sete




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados