Menu

Barbárie: Filho mata e esquarteja a própria mãe, em Belo Horizonte

A mulher encontrada esquartejada dentro de uma mala, sem cabeça e deixada em um terreno no bairro Canaã, na região Norte de Belo Horizonte, divisa com Santa Luzia, pode ter sido morta pelo próprio filho, de 30 anos. Ela se chamava Rizomar Ribeiro da Silva Ferreira e tinha 53 anos.

Foto: ReproduçãoFoto: Reprodução

O corpo foi encontrado por volta das 16h dessa sexta-feira (24) por uma mulher que passava pela avenida. Segundo os policiais militares que atenderam à ocorrência, essa testemunha achou a mala bonita e pensou em levá-la para casa. Aproximou-se e, ao tentar carregá-la, percebeu o peso.

A mulher resolveu então abrir para ver o que havia dentro. E veio a surpresa: partes de um corpo. Desesperada, soltou um grito e pediu socorro. Em seguida, amparada por pessoas que estavam próximas ao local, chamou a Polícia Militar.

A princípio, os policiais pensavam que se tratava apenas da mala, e isolaram o lugar. Mas, com a chegada da perícia, ficou comprovado que apenas parte do corpo estava lá.

Perceberam sacos e bolsas nas proximidades e, ao fazer a revista, descobriram as partes restantes.

O corpo foi removido para o Instituto Médico legal (IML), onde os legistas tentarão fazer a identificação da vítima a partir das impressões digitais. A primeira pista

O ASSASSINO

Menos de cinco horas após o encontro de um corpo esquartejado na avenida Senhor do Bonfim, bairro Canaã, região Norte da Belo Horizonte, militares do Tático Móvel do 13º Batalhão e agentes da Polícia Civil prenderam, na noite dessa sexta-feira (24), Manuel José dos Santos Filho, de 30 anos, suspeito de matar a mãe.

O suspeito estava em uma igreja evangélica, no bairro Londrina, em Santa Luzia, na Grande BH, muito alterado possivelmente pelo uso de drogas. O corpo de Riziomar estava sem a cabeça, que ainda não foi encontrada pelos policiais. Uma receita de bolo assinada pela vítima em um curso de Educação de Jovens e Adultos (EJA), que estava no meio dos pedaços do corpo, ajudou a polícia chegar ao suspeito do crime.

Da Redação com PDN




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados