Menu

Adolescente de 12 anos foi atraída por homem de 27 anos por conversas no Whatsapp e foi estuprada em MG; homem foi preso

A Polícia Civil está investigando o estupro de uma menina de 12 anos por um homem de 27 anos em Patos de Minas, no Alto Paranaíba. A vítima foi atraída pelo suspeito por meio de conversas e um encontro marcado pelo WhatsApp. Ele a enganou e a levou para a fazenda da família onde cometeu o crime.

Foto: ReproduçãoFoto: Reprodução

De acordo com a Polícia Militar, os familiares da vítima acionaram os militares dizendo que a menina tinha saído de casa e não retornou. Os pais conseguiram saber com uma prima dela que a adolescente tinha saído para encontrar um homem com quem ela estava conversando pelo aplicativo.

A polícia procurou familiares do suspeito e um irmão dele se prontificou a ajudar no resgate. A menina foi entregue em frente a uma faculdade da cidade e o Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar o caso. A adolescente contou que estava conversando com o suspeito a cerca de três semanas e que ele teria se identificado com outro nome e afirmado que tinha 15 anos.

O suspeito convenceu a menina a encontrar com ele. A vítima aproveitou que os pais tinham saído para trabalhar e marcou com o homem para ele buscá-la em casa. Quando ele chegou de carro, a adolescente disse que viu que ele era muito mais velho, pensou em desistir, mas resolveu sair com ele.

O homem a levou para a fazenda da família. Ao chegar no local, a mãe do suspeito, o repreendeu dizendo que ele estava com uma criança. Mesmo assim ele levou a menina para o quarto.

Segundo a adolescente, o suspeito tentou beijá-la. Ela disse que recusou, mas o homem a deitou na cama, segurou o pescoço dela e começou a beijar seus seios. A vítima tentou gritar, mas ele pressionou um travesseiro contra o rosto dela para abafar os gritos.

Logo depois ele tirou as roupas dele e dela e a estuprou. A vítima disse que quis ir embora e o suspeito fez com que ela apagasse todas as mensagens que os dois trocaram pelo Whatsapp. O suspeito foi encontrado na fazenda e preso. Ele falou que a menina não queria mais morar com a mãe e que, por isso, a levou a fazenda. O suspeito também negou que tivesse estuprado a vítima.

A mãe do suspeito disse que não viu nenhuma carícia entre eles, mas reprimiu o filho por ele estar com a adolescente. Disse ainda que a garota pegou uma faca na cozinha e tentou cortar os pulsos e que ela estava transtornada desde quando chegou ao local.

A vítima foi encaminhada a um hospital da cidade e o suspeito ao sistema prisional. O caso ocorreu na segunda-feira (5) e o inquérito foi aberto na terça-feira (6). A menina é acompanhada pelo Conselho Tutelar.

Da Redação com OTempo





Publicidade

Links patrocinados