Menu

'Eu errei. Eu não quero essa vida mais', diz suspeito de assalto a grupo evangélico em monte; homem se entregou à policia

“Eu errei. Eu estou confessando que eu errei. Eu quero me entregar para os polícias para falar que eu errei muito. Eu pedi ao pastor internação. Eu quero ser internado. Eu quero ser homem de Deus. Eu não quero essa vida mais. Essa vida não presta”. A fala é do suspeito de participação do roubo a um grupo de evangélicos que orava e fazia jejum em um monte no bairro Paraíso das Piabas, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, no fim de semana.

 Foto: ItatiaiaFoto: Itatiaia

Em entrevista à Rádio Itatiaia, nesta terça-feira (8), o suspeito contou ter procurado pelo pastor Thiago Souza do Carmo, da Igreja Ministerial Deus é Bom, que está entre as vítimas do assalto, para pedir que o acompanhe até à Delegacia de Polícia Civil de Ribeirão das Neves, onde se apresentou.

O suspeito confirmou ter participado do assalto, mas diz ter se arrependido e revela que ficou com medo de ser morto pela a “associação”.

"Eu estou muito arrependido do que eu fiz lá no monte. Antes da gente ir para o roubo, uma mulher parou a gente no campo do oriente e falou comigo: menino, Jesus te ama muito. Jesus gosta muito da sua vida", lembra.

O suspeito ainda disse que a mulher teria previsto que o companheiro dele iria morrer. "Ela virou para o meu amigo e disse: se você for pra roubar, você vai morrer. Quando nós chegamos para roubar, ele apontou a arma para o pastor. O pastor disse: Jesus te ama muito. Mas ele falou com o pastor que não queria saber se ele era crente. Aí ele caiu na hora. Nessa hora, eu assustei e peguei o facão. Eu ouvi o pastor dizer que Jesus me amava muito. Nessa hora, eu caí e não vi mais nada. Quando eu acordei, eu vi que eu conhecia o pastor, abracei ele e pedi perdão pra ele", detalha.

Após o crime, o homem diz ter ficado com medo de ser morto pelo grupo que comanda a criminalidade na região. “O pessoal que trabalha no crime. Fiquei com medo deles virem me matar”.

Entenda

Um grupo de evangélicos que orava e fazia jejum em um monte no bairro Paraíso das Piabas, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, foi rendido por dois suspeitos no fim de semana.

Durante a ação, um dos assaltantes chegou a render o pastor, que decidiu orar pelo suspeito. Esse primeiro homem sofreu um mal súbito assim que o religioso iniciou a oração e não resistiu. O comparsa dele chegou a passar mal, mas conseguiu fugir do local antes da chegada da Polícia Militar.

Na tarde desta terça-feira, ele se entregou à Polícia Civil e deve ser encaminhado ao Sistema Prisional.

Com Itatiaia





Publicidade

Links patrocinados