Menu

Torcedor do Palmeiras é assassinado e polícia investiga se morte foi motivada por briga após final da Libertadores

A Polícia Civil investiga a morte de um torcedor palmeirense em Mafra, no Norte catarinense, após o jogo da final da Libertadores da América. Alessandro Stoeber, de 38 anos, foi morto com 14 facadas na madrugada de domingo (28), horas depois da partida entre Palmeiras e Flamengo.

Alessandro Stoeberl, de 38 anos, foi atacado em frente do portão de casa — Foto: Reprodução/Redes SociaisAlessandro Stoeberl, de 38 anos, foi atacado em frente do portão de casa — Foto: Reprodução/Redes Sociais

O jogo, que terminou com a vitória do Palmeiras, também pode ter motivado o assassinato de um homem de 31 anos em Blumenau, no Vale do Itajaí, na noite de sábado (27). A vítima sofreu um corte no pescoço após uma discussão logo após a partida.

Além disso, a Polícia Militar atendeu confusões relacionadas à final também em Brusque, no Vale, e em São João Batista, na Grande Florianópolis.

Ao g1 SC, o delegado Nelson Vidal, responsável pela investigação, informou que Alessandro estava em um bar assistindo a partida quando se envolveu em uma discussão com outros torcedores. A vítima deixou o local de motocicleta, na madrugada de domingo, e teria sido seguido por um veículo. No portão da casa, ele foi atacado.

Segundo Vidal, a motivação do crime ainda está sendo esclarecida, mas a principal suspeita é de que tenha ocorrido por causa da partida. Também não há confirmação de quantas pessoas participaram do ataque.

"A gente não tem a autoria ainda, estamos investigando, mas há fortes indícios de motivo fútil. Tudo indica que foi esse clima de competição, de futebol", disse.

O nome do morador foi confirmado pela Funerária Henvida. O velório do torcedor ocorre até as 14h30 desta segunda-feira (29), na Capela Henvida. O sepultamento está marcado para a tarde, no Cemitério Municipal de Rio Negro, no Paraná.

Com g1

 




Publicidade

Links patrocinados MGID