Menu

Sete Lagoas > Notícias > Política

Presidente da Caixa oficializa demissão após acusação de assédio sexual

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Duarte Guimarães, oficializou o pedido de demissão do cargo, nesta quarta-feira (29), por causa das denúncias de assédio sexual feitas por funcionárias do banco estatal.

Foto: Caixa / DivulgaçãoFoto: Caixa / Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro já escolheu Daniella Marques para substituí-lo, que assim como Guimarães, foi indicada pelo ministro Paulo Guedes (Economia). Ela é considerada braço-direito de Guedes e comandava a Secretaria de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia.

Em carta divulgada à imprensa, Guimarães diz que ele e sua família foram "atingidos por diversas acusações feitas antes que se possa contrapor um mínimo de argumentos de defesa". "É uma situação cruel, injusta, desigual e que será corrigida na hora certa com a força da verdade."

"Foi indicada a existência de um inquérito sigiloso instaurado no Ministério Público Federal, objetivando apurar denúncias de casos de assédio sexual, no qual eu seria supostamente investigado. Diante do conteúdo das acusações pessoais, graves e que atingem diretamente a minha imagem, além da de minha família, venho a público me manifestar", escreveu Guimarães.

Da redação com O Tempo

Links patrocinados MGID