Menu

Ataque homofóbico sofrido por vereador dominou manifestações na Reunião Ordinária desta semana

Alvo de ataques homofóbicos em grupo de WhatsApp, o vereador Junior Sousa (MDB) recebeu a solidariedade de todos os parlamentares durante a Reunião Ordinária desta terça-feira (13). Representando o consenso entre os vereadores, o presidente do Legislativo, Pr. Alcides (PP), leu uma nota de repúdio (abaixo) que foi divulgada nas redes sociais da Câmara Municipal atendendo ofício de Carol Canabrava (Avante).

Foto: Ascom Câmara MunicipalFoto: Ascom Câmara Municipal

“A Câmara Municipal de Sete Lagoas vem a público repudiar ato de homofobia sofrido por parlamentar desta Casa Legislativa.

A Câmara Municipal repudia veementemente quaisquer atos homofóbicos ou outras formas de discriminação, os quais considera inaceitáveis.

Vivemos em um Estado Democrático de Direito, que tem como um dos seus objetivos fundamentais promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação (Artigo 3º, inciso IV da Constituição Federal de 1988).

Reiteramos que somos contrários a quaisquer atos de violência e não mediremos esforços para combatê-los, sempre respeitando os direitos fundamentais”.

Na comunicação pessoal, todos os vereadores que fizeram uso do espaço se solidarizaram com o vereador atacado. Depois de registrar ocorrência policial, Junior Sousa afirmou que vai levar o caso até o final e que vai se manter na representatividade de todos os públicos.

“Jamais iria me calar diante desta situação, sempre estarei à frente para enfrentar todos esses problemas”. Junior aproveitou o espaço para agradecer a todas as manifestações de solidariedade que recebeu nos últimos dias.

Na pauta alguns textos não foram votados. A Emenda Modificativa 01 ao Projeto Resolução (PR) 01/2021 foi retirada a pedido do autor, Caio Valace (Pode). Roney do Aproximar (PSL) pediu vistas e inviabilizou a votação do PR 01.

O Anteprojeto de Lei (APL) 29/2021 foi retirado da pauta a pedido do autor, João Evangelista (PSDB). Por fim, Junior Sousa retirou de pauta, também com pedido de vistas, o APL 252/2021 que tem a vereadora Heloisa Frois (Cidadania) como autora. Os demais textos foram aprovados.

Com Ascom Câmara Municipal





Publicidade

Links patrocinados