Menu

Vereadores pedem mais informações sobre doses de vacina contra Covid aplicadas em Sete Lagoas

Foi ponto comum entre os vereadores durante a Reunião Ordinária desta terça-feira (27) que há necessidade de mais informações para a população sobre a segunda dose da vacina contra a Covid-19 e também sobre o preenchimento do cartão de vacina. O presidente Pr. Alcides (PP) defendeu uma aplicação casada. “Quem tomou a primeira dose da Coronavac a segunda deve ser Coronavac e assim com a Aztrazeneca”.

Foto: Ascom CMSLFoto: Ascom CMSL

A vereadora Carol Canabrava (Avante) apresentou um cartão de vacina preenchido de forma que pode levar o usuário a dúvida. “A primeira dose está coronavac. A segunda está apenas Covid. É preciso padronizar o preenchimento”, pede. A parlamentar apesentou um dado do Ministério da saúde que aponta 2.500 doses aplicadas de forma trocada, “incluindo em Sete Lagoas e região”.

Na tentativa de evitar os equívocos, Junior Sousa (MDB) pediu que os vereadores compartilhem mais informações sobre a segunda dose da vacinação. Já Eraldo da Saúde (Patri) fez um apelo para que as pessoas não deixem de buscar o reforço da vacina porque “a adesão da segunda dose está baixa”, afirmou. Por esse motivo Eraldo divulgou o telefone para que a população possa se informar: 3773-2576.

Na pauta da sessão todos os textos votados foram aprovados. Apenas Marli de Luquinha (MDB), ausente, não teve seus projetos votados. O Projeto de Lei 195/2021, de autoria do Executivo, encerrou tramitação aprovado, também, em sessão extraordinária. A pauta completa da sessão pode ser acessada pelo link que segue.

Abaixo você acompanha alguns destaques da comunicação pessoal dos vereadores.

Ivan Luiz (Patri): Falar pela moralidade, civilidade e ética que temos uns entre outros e com a população. Falo porque em outrora Junior Sousa protocolou pedido de prorrogação do IPTU. Veiculei nas redes sociais e a prefeitura sabendo que o autor da matéria era o Junior. Da mesma forma Caio Valace protocolou pedido idêntico sobre regularização fundiária. Dia 15 protocolei pedido de prorrogação da anistia e a prefeitura atendeu.

Gilson Liboreiro (SD): Venho pedir para salvarmos o planeta, porque o planeta está morrendo. Sou colaborador do Greenpeace há 20 anos e a entidade tem feito esse alerta mundo fora. Na semana passada tivemos o encontro da cúpula do clima 2021. Se reuniram os 40 líderes dos maiores países. É triste constatar que o nosso país está no banco dos réus. Houve garantia do governo federal para acabarmos com o desmatamento ilegal ainda nesta década. É triste ver quando os ribeirões e as nascentes secam por conta do aquecimento global.

Carol Canabrava (Avante): Divulgação do Ministério da Saúde revela que cerca de 2.500 pessoas receberam a segunda dose da vacina trocada, incluindo Sete Lagoas e outras cidades da região. Estou entrando com Requerimento para padronizar o preenchimento do cartão de vacina para não acontecer equívocos.

José de Deus (REP): A 40 dias estamos na onda roxa e o número de contaminados não diminui. A classe dos trabalhadores do ramo de eventos pede socorro. Nesses 40 dias pessoas do nosso convívio perderam a vida, outras permanecem internadas. Nesse tempo deu para perceber que o comércio não é o culpado pela disseminação do vírus. Temos que liberar as atividades.

Janderson Avelar (MDB): No último dia 24 foi o dia nacional da Língua Brasileira de Sinais (Libras) e com muita satisfação e orgulho veio para pauta hoje o APL 168/2021 protocolado em janeiro. Projeto de grande importância e relevância para a classe. Quero parabenizar a todos e todas que lutam pela classe. Inclusive João Evangelista grande representante dos deficientes na Câmara.

Sílvia Regina (PSC): Sobre o dia do trabalhador quero falar e dar um abraço a todas as pessoas das hortas comunitárias. Trabalho maravilhoso com chuva ou sol todos estão lá trabalhando para levar o sustento para casa.

Junior Sousa (MDB): Tem muita gente com dúvida em relação a segunda dose. Se os vereadores puderem compartilhar mais as informações seria ótimo. Tem gente perdendo a segunda dose por falta de informação. Isso me preocupa muito. Vários semáforos da região central estão desligados e também na rotatória da Barbosa Melo. Tenho recebido várias mensagens.

Heloísa Frois (Cidadania): Manifestar minhas condolências a todos os familiares que perderam entes para a pandemia. Agradecer as empresas parcerias (35) que emprestaram mesas, cadeiras, lanches a todos os voluntários da vacinação.

Caio Valace (Podemos): Faleceu um grande líder político da nossa região, Murilo França de Lima. Prefeito por quatro vezes na cidade de Inhaúma e cidadão de conduta ilibada. Posso testemunhar o quanto esse cidadão foi importante para o povo de Inhaúma. Apresentamos uma minuta de decreto para o programa ambulante legal e dá outras providências.

Ivson (Cidadania): Quero fazer memória que ontem foi dia do descobrimento da terra de Santa Cruz. Falar sobre ética e citar o maior filósofo que já existiu São Thomás de Aquino. Parafraseando ele diz que a política tem pôr fim a ética que já é a aplicação do bem comum a fim que o povo seja mais virtuoso e feliz. Infelizmente isso não acontece, basta ver a população do nosso município.

Eraldo da Saúde (Patri): Sobre a segunda dose da vacina, gostaria de falar que a adesão da segunda dose está baixa. Aproveitar para pedir a todos que não deixem de tomar a segunda dose, vou deixar o telefone para que a população possa tirar dúvidas e se informar. 3773-2576

Pr. Alcides (PP): Como muitos falaram quero me solidarizar e manifestar minhas condolências ao saudoso Dr. Murilo e todas as vítimas da pandemia. Que Deus conforte e console as famílias. Registrar e externar nossas condolências pela passagem de dona Maria Francisca, Belinha, esposa do Milton da contabilidade. Uma grande amiga que é mais uma vítima. Todos temos feitos grandes esforços na busca de debelar essa situação.

Rodrigo Braga (PV): Gostaria de ressaltar o trabalho da ArtCap, associação de artesãs que trabalhavam no Casarão. Venho interceder por elas porque estão sem lugar de vender os produtos, estão sem lugar para expor seus produtos. Vem aí o Dia das Mães. Estou encaminhando ofício pedindo para que pelo menos nesse período possam vender esses produtos e usar o espaço do Casarão para vender os souvenires e lembranças.

Pauta da sessão: https://sapl.setelagoas.mg.leg.br/sessao/pauta-sessao/588/

Com Ascom Câmara Municipal de Sete Lagoas





Publicidade

Links patrocinados