Menu

Hasteamento de bandeiras antecede Reunião Ordinária na Câmara Municipal de Sete Lagoas

Uma demonstração de civismo marcou a quarta-feira (08) pós feriado da Independência na Câmara. No hall de entrada da sede do Legislativo o presidente Pr. Alcides (PP) e outros vereadores promoveram o hasteamento das bandeiras do Brasil, de Minas e da cidade. A solenidade aconteceu momentos antes de mais uma Reunião Ordinária.

Fotos: Leonardo AndradeFotos: Leonardo Andrade

A cerimônia “simples, mas de grande relevância”, como definiu o presidente, era um desejo antigo da gestão. A vereadora Heloísa Frois (Cidadania), por exemplo, já havia solicitado o hasteamento em outras oportunidades. Pr. Alcides, porém, explicou que “galhos de uma árvore obstruíam os mastros. O que nos impedia de fazer este momento”. Agentes da Guarda Civil Municipal também participaram do ato cívico.

Já nas dependências do Plenário, em mais uma Sessão Ordinária, os parlamentares não encontraram dificuldades para aprovar uma pauta com mais de 20 itens. Ausentes no momento das votações, Marli de Luquinha (MDB) e Junior Sousa (MDB) não tiveram seus textos apreciados.

Em momento de maior debate os vereadores derrubaram o Requerimento 3063/2021 de Ivson Gomes (Cidadania). O autor defendia a criação de uma sindicância para apurar possíveis irregularidades em processo licitatório da secretaria municipal de Educação. “Os valores praticados pelo mercado estavam bem diferentes dos orçamentos apresentados na licitação” defendeu Ivson.

O líder do Executivo Rodrigo Braga (PV) informou que já havia pedido documentos referentes ao processo e se comprometeu a repassar aos colegas assim que tiver posse. Com isso entendeu não ser necessária a criação de uma sindicância e foi acompanhado pela maioria do Plenário.

A pauta completa da sessão pode ser acessada pelo link que segue. Na sequência tem o que de mais importante falaram os vereadores na comunicação pessoal.

José de Deus (REP): Queremos lembrar a todos que neste mês vivemos a campanha setembro amarelo. Neste mês lembramos das vítimas dos males silenciosos que acabam ocasionado um sofrimento inexplicável. Desde 2003 no dia 10 de setembro é celebrado o dia mundial contra o suicido que é considerado um problema de saúde pública. Mês fundamental de combate ao suicídio.

Janderson Avelar (MDB): Ontem comemoramos a Independência do Brasil, temos que defender nosso Brasil, mas não podemos defender partido, temos que torcer e trabalhar para que tudo dê certo, independente de quem esteja no comando. Como engenheiro eletricista pergunto por que quem está em cima, no poder, não pega os engenheiros da área para fazer fonte de energias limpas, somos a segunda maior taxa de KWH do mundo, a inflação já passou de 7%.

Sílvia Regina (PSD): Vim para dar os parabéns para a Copa Sidão que foi um espetáculo e dar Glória a Deus porque nossa vida, aos poucos, vai voltando ao normal. Dar os parabéns ao Curitiba que foi o campeão, a final foi maravilhosa. Foi muito gratificante. Sidão e toda organização estão de parabéns. E queria das as condolências para a família de Marco Antônio, foi uma pessoa de extrema importância na nossa família.

Eraldo da Saúde (Patri): Gostaria de parabenizar a Casa pelo recebimento do nosso deputado federal, Dr. Frederico. Foi muito bem acolhido e bem tratado. Teve uma ótima impressão desta Casa. Por onde passa disse da recepção que teve em Sete Lagoas. Gostaria de registrar que hoje recebemos o Dr. Anderson Machado, angiologista e cirurgião do SUS, estava ansioso em vir conhecer e saiu com ótimas impressões.

Heloisa Frois (Cidadania): Quisera ser poetisa ou cordelista reafirmando que não sou doutora em direito, mas aqui encerro um enredo novelista de quem muito foca no que o outro diz ou tem feito. Por princípios políticos e escolha pela moral tenho assessoras jurídicas eficientes que de forma totalmente impessoal foram selecionadas por empresa competente. Exerço de forma tranquila e segura o meu mandato eleitoral. Pois minha equipe assegura todo meu trabalho de forma legal. Quando cheguei aqui sentia falta das bandeiras e hoje as vi sendo hasteadas.

Ivson Gomes (Cidadania): Queria abordar alguns temas relevantes como sempre me proponho. Na última semana me deparei com o Diário do Município com a avaliação de dois imóveis. A secretaria de Educação está querendo adquirir dois imóveis no valor de quase R$ 10 milhões. Com várias escolas e creches a serem terminadas a secretaria quer comprar dois imóveis de quase R$ 10 milhões. Estou atento a respeito da situação do PA Belo Vale relatando que a prefeitura vai encerrar as atividades e o sub-secretário informou que a população não vai sair perdendo.

Caio Valace (Podemos): Estamos no Setembro Amarelo, é um tema que pouca gente quer falar sobre ele. É difícil desenvolver uma política para os irmãos que passam por dificuldades psicológicas. O número de suicídio é avassalador e é preciso que a gente possa levantar essa bandeira e reforçar todas as possibilidades de o poder público abraçar todos esses irmãos que passam por dificuldades.

Carol Canabrava (Avante): A respeito da não aprovação do Requerimento solicitando que o prefeito, vice e secretários apresentem comprovantes da vacinação. Enquanto agentes políticos precisamos ser o primeiro exemplo para que toda a população possa estar imunizada. Lutamos para a volta da economia e não podemos ser tolhidos nesse trabalho. Enquanto cidadã e vereadora espero que esses representantes entreguem de forma voluntária. Não queremos para divulgar em outdoor ou rede social, mas o primeiro ato precisa partir da gente.

Com Ascom CMSL





Publicidade

Links patrocinados