Menu

Governo Lula põe sob sigilo lista de servidores que ocuparam 57 quartos de hotel de luxo em Londres

O governo liderado por Luiz Inácio Lula da Silva optou por manter em segredo, pelos próximos cinco anos, a relação dos indivíduos que ocuparam 57 quartos no luxuoso JW Marriott Grosvenor House, em Londres. Durante essa estadia, o governo brasileiro desembolsou R$ 1,47 milhão, sendo R$ 140 mil destinados a duas salas de reuniões no hotel.

Lula com o primeiro-ministro britânico Rishi Sunak, em Londres Foto: Ricardo Stuckert/PRLula com o primeiro-ministro britânico Rishi Sunak, em Londres Foto: Ricardo Stuckert/PR

A viagem à Inglaterra ocorreu em maio para a coroação do rei Charles III, após o falecimento de sua mãe, Elizabeth II. A Secretaria de Comunicação da Presidência foi contatada para esclarecimentos, mas ainda não respondeu.

Além da equipe oficial, membros do Escalão Avançado, responsável pela preparação da viagem, também se hospedaram no hotel de 26 de abril a 9 de maio. Lula chegou em 5 de maio, um dia antes do evento na Abadia de Westminster. A diária do quarto presidencial, onde Lula e a primeira-dama Rosângela Silva, conhecida como Janja, ficaram hospedados, custou R$ 43.986,60. No total, 80 pessoas participaram da viagem.

A Casa Civil explicou que a lista dos servidores que compõem as comitivas técnica e de apoio é considerada informação reservada pelo Gabinete de Segurança Institucional. 

Apesar de negar o acesso à lista de hóspedes do hotel, a Casa Civil classificou a resposta como "acesso concedido", violando o princípio da publicidade. O governo impôs sigilo de 100 anos a 1.339 pedidos de informação, incluindo dados sobre visitas à residência presidencial e telegramas diplomáticos.

Durante sua campanha em 2022, Lula prometeu revogar o sigilo de 100 anos e tornar públicas informações classificadas pelo governo anterior. O GSI também se recusa a divulgar a lista de passageiros em viagens oficiais, justificando preocupações com a segurança presidencial.

A viagem a Londres não teve uma agenda de negócios específica, ao contrário de outras viagens oficiais que envolveram maior número de participantes. Por exemplo, a delegação brasileira na COP-28 contou com 1.337 pessoas, enquanto na viagem à China foram cerca de 73 autoridades.

da redação com informações do Estadão

Clique e siga as redes sociais do SeteLagoas.com.br para ficar bem informado: InstagramTwitterThreadsYouTubeTikTok e Facebook

Receba as notícias do SeteLagoas.com.br via Whatsapp AQUI



Publicidade

+ Política

Câmara de Sete Lagoas aprova doação de terreno para construção do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Câmara de Sete Lagoas aprova doação de terreno para construção do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecno…

Com 10 votos favoráveis, o Legislativo aprovou a doação de um terreno de 22.788,94m² na Avenida Tonico Reis, em Sete...

Congresso derruba veto de Lula e volta a proibir "saidinha" de presos

Congresso derruba veto de Lula e volta a proibir "saidinha" de presos

O Congresso Nacional derrubou os vetos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à lei que restringe a saída temporári...

Se não causar poluição visual, distribuição de santinhos em feiras livres é permitida

Se não causar poluição visual, distribuição de santinhos em feiras livres é permitida

Na sessão desta quinta-feira (23), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu que a distribuição de santinhos por ca...

Em ano de eleição você precisa saber qual a diferença entre Voto em Branco e Voto Nulo; veja aqui

Em ano de eleição você precisa saber qual a diferença entre Voto em Branco e Voto Nulo; veja aqui

No Brasil, o eleitor é obrigado a comparecer às urnas ou apresentar uma justificativa para sua ausência. Entretanto, ...

Gestores discutem sobre futuro da ‘Escolinha da CEMIG’ de Sete Lagoas

Gestores discutem sobre futuro da ‘Escolinha da CEMIG’ de Sete Lagoas

Qual será o futuro da "Escolinha da CEMIG" em Sete Lagoas? Essa pergunta é feita por políticos, gestores e a populaç...

STF reconhece assédio judicial contra a imprensa e aprova tese para inibir prática

STF reconhece assédio judicial contra a imprensa e aprova tese para inibir prática

Em decisão unânime, a Corte Suprema brasileira considerou ilegal o ajuizamento de múltiplas ações judiciais para in...

Parlamento Jovem é eleito em Sete Lagoas; veja o resultado

Parlamento Jovem é eleito em Sete Lagoas; veja o resultado

Na última segunda-feira, 20 de maio, as 17 escolas participantes do processo de eleição dos novos vereadores do Parla...

Julgamento no STF propõe medidas contra 'assédio judicial' a jornalistas

Julgamento no STF propõe medidas contra 'assédio judicial' a jornalistas

O Supremo Tribunal Federal (STF) está em processo de reconhecer o "assédio judicial" contra jornalistas. Na quinta-fei...

Câmara de Sete Lagoas realiza Semana da Abolição da Escravatura a partir de segunda (13)

Câmara de Sete Lagoas realiza Semana da Abolição da Escravatura a partir de segunda (13)

A Câmara Municipal de Sete Lagoas (CMSL) vai celebrar a Semana da Abolição da Escravatura com atividades começando n...

Câmara dos Deputados aprova projeto de lei que torna obrigatório para companhias aéreas o rastreamento do transporte de pets

Câmara dos Deputados aprova projeto de lei que torna obrigatório para companhias aéreas o rastreamento do transporte …

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (8) um projeto de lei que determina que as companhias aéreas devem d...