Menu

Anatel promete agilidade na remoção de sites durante as eleições de 2024

O presidente da Agência Nacional de Comunicações (Anatel), Carlos Baigorri, afirmou que a Anatel planeja agir com maior rapidez na remoção de sites durante as eleições deste ano. Segundo ele, o sistema conectado ao Judiciário possibilitará bloqueios eficazes “em questão de poucas horas”.

Foto: Reprodução Agência BrasilFoto: Reprodução Agência Brasil

“Em 2022, fomos pegos de surpresa ao receber decisões judiciais, algumas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e outras do Supremo Tribunal Federal (STF), ordenando medidas para interromper o acesso ao site ou aplicativo em questão”, disse Baigorri, em entrevista ao site Broadcast Político, na terça-feira 16. “Não estávamos preparados para isso. Tivemos que apagar incêndios. Fomos desenvolvendo protocolos na hora.”

Naquela época, as decisões chegavam fisicamente ao órgão regulador, que então digitalizava e comunicava as operadoras.

Baigorri afirmou que a Anatel não era proativa nesse serviço. “Não ficamos vasculhando as redes sociais e alertando a Justiça”, disse ele, mencionando que as operadoras não estavam prontas para a demanda judicial de remoção de sites, devido ao grande volume de decisões. Baigorri avaliou que as empresas estão agora mais preparadas.

Anatel integrada ao Judiciário Atualmente, as plataformas são notificadas para remover conteúdos específicos que violam a legislação eleitoral. Esse processo é realizado diretamente entre a Justiça Eleitoral e as redes sociais, conforme antecipado por Oeste, em dezembro de 2023.

Se as plataformas não cumprirem a decisão judicial, a Anatel pode ser solicitada pela Justiça para bloquear o acesso à rede social para todos os brasileiros. A empresa também atua para acionar as operadoras de internet e bloquear sites que disseminam “desinformação”.

“Cada empresa tem que ir no seu sistema, na sua rede, e incluir aquele site na lista de sites bloqueados”, defende o presidente da Anatel. Mesmo com o novo sistema, o bloqueio em todas as operadoras leva alguns dias. No entanto, para as maiores, espera-se que as remoções sejam mais rápidas.

Para Baigorri, a criação do Centro Integrado de Combate à Desinformação e Defesa da Democracia (Ciedde), do TSE, é um “avanço”. O projeto terá uma rede de comunicação em tempo real com os 27 Tribunais Regionais Eleitorais.

da redação com Revista Oeste

Clique e siga as redes sociais do SeteLagoas.com.br para ficar bem informado: InstagramTwitterThreadsYouTubeTikTok e Facebook

Receba as notícias do SeteLagoas.com.br via Whatsapp AQUI



Publicidade

+ Política

Câmara de Sete Lagoas aprova doação de terreno para construção do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Câmara de Sete Lagoas aprova doação de terreno para construção do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecno…

Com 10 votos favoráveis, o Legislativo aprovou a doação de um terreno de 22.788,94m² na Avenida Tonico Reis, em Sete...

Congresso derruba veto de Lula e volta a proibir "saidinha" de presos

Congresso derruba veto de Lula e volta a proibir "saidinha" de presos

O Congresso Nacional derrubou os vetos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à lei que restringe a saída temporári...

Se não causar poluição visual, distribuição de santinhos em feiras livres é permitida

Se não causar poluição visual, distribuição de santinhos em feiras livres é permitida

Na sessão desta quinta-feira (23), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu que a distribuição de santinhos por ca...

Em ano de eleição você precisa saber qual a diferença entre Voto em Branco e Voto Nulo; veja aqui

Em ano de eleição você precisa saber qual a diferença entre Voto em Branco e Voto Nulo; veja aqui

No Brasil, o eleitor é obrigado a comparecer às urnas ou apresentar uma justificativa para sua ausência. Entretanto, ...

Gestores discutem sobre futuro da ‘Escolinha da CEMIG’ de Sete Lagoas

Gestores discutem sobre futuro da ‘Escolinha da CEMIG’ de Sete Lagoas

Qual será o futuro da "Escolinha da CEMIG" em Sete Lagoas? Essa pergunta é feita por políticos, gestores e a populaç...

STF reconhece assédio judicial contra a imprensa e aprova tese para inibir prática

STF reconhece assédio judicial contra a imprensa e aprova tese para inibir prática

Em decisão unânime, a Corte Suprema brasileira considerou ilegal o ajuizamento de múltiplas ações judiciais para in...

Parlamento Jovem é eleito em Sete Lagoas; veja o resultado

Parlamento Jovem é eleito em Sete Lagoas; veja o resultado

Na última segunda-feira, 20 de maio, as 17 escolas participantes do processo de eleição dos novos vereadores do Parla...

Julgamento no STF propõe medidas contra 'assédio judicial' a jornalistas

Julgamento no STF propõe medidas contra 'assédio judicial' a jornalistas

O Supremo Tribunal Federal (STF) está em processo de reconhecer o "assédio judicial" contra jornalistas. Na quinta-fei...

Câmara de Sete Lagoas realiza Semana da Abolição da Escravatura a partir de segunda (13)

Câmara de Sete Lagoas realiza Semana da Abolição da Escravatura a partir de segunda (13)

A Câmara Municipal de Sete Lagoas (CMSL) vai celebrar a Semana da Abolição da Escravatura com atividades começando n...

Câmara dos Deputados aprova projeto de lei que torna obrigatório para companhias aéreas o rastreamento do transporte de pets

Câmara dos Deputados aprova projeto de lei que torna obrigatório para companhias aéreas o rastreamento do transporte …

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (8) um projeto de lei que determina que as companhias aéreas devem d...