Menu

Álvaro Vilaça

Dentro do G6, Democrata busca consolidação no Campeonato Mineiro do Módulo II / Coluna / Álvaro Vilaça / Tempo Esportivo

Dois jogos em casa e duas vitórias! Assim começou a caminhada do Democrata de Sete Lagoas no Campeonato Mineiro do Módulo II. Jogando em seus domínios, o Jacaré tem sido imbatível e, mesmo com alguns tropeços fora de casa, os pontos conquistados na Arena do Jacaré ajudaram o time a figurar dentro da zona de classificação para a fase final do torneio.

Foto: ReproduçãoFoto: Reprodução

No último domingo, a vítima foi o Nacional de Muriaé, que acabou derrotado por 2 a 0. Washington abriu o placar para o time da casa aos 25 minutos do primeiro tempo e João Pedro decretou o resultado final aos 46 da segunda etapa.

Luan, goleiro do Jacaré, fez belo menos três importantes defesas durante a partida e ajudou a equipe a garantir a vitória.

Com o resultado, o time de Sete Lagoas alcançou os oito pontos na tabela, figurando entre os primeiros colocados. O Nacional de Muriaé, inicialmente cotado como um dos favoritos para o acesso, por sua vez, segue com cinco, embolado na parte de baixo, com o mesmo número de pontos de Varginha, Aymorés, Ipatinga, Uberaba e União Luziense.

Na próxima rodada, o Democrata vai enfrentar o União Luziense no próximo sábado, 21 de maio, no Estádio do Frimisa, às 15h30. No mesmo dia, o Nacional recebe o Boa Esporte, no Estádio Soares de Azevedo, em Muriaé.

Confira a programação de jogos da sexta rodada:

Sexta-feira:
19:00 – Coimbra x Ipatinga – Nova Lima

Sábado:
15:00 – Betim x Tupynambás – Betim
15:30 – Nacional x Boa Esporte – Muriaé
15:30 – União Luziense x Democrata – Santa Luzia
18:30 – Uberaba x Tupi – Uberaba

Domingo:
10:00 – Varginha x Aymorés – Varginha

O campeonato é disputado entre 12 times, sendo dois que foram rebaixados do Módulo I em 2021 (Boa Esporte, de Varginha, e Coimbra, de Contagem) e dois oriundos da 2ª Divisão (Uberaba, campeão, e Varginha, vice). Os outros oito são: Betim, Democrata, Ipatinga, Nacional de Muriaé, Aymorés, Tupi, Tupynambás e União Luziense.

Estes jogam entre si, em sistema de turno e returno, totalizando dez rodadas. Também como pontos corridos, o primeiro colocado já é considerado o campeão, e o segundo, o vice – estes automaticamente conquistam o acesso ao Módulo I de 2023.

Tempo Esportivo

1º Tempo

Ao que tudo indica, o 2022 terá um desfecho diferente para os cruzeirenses e com final feliz.

Depois de lamentações, duras derrotas e 83 partidas, o Cruzeiro é líder do Campeonato Brasileiro Série B. O time celeste assumiu a ponta após sete rodadas disputadas em 2022. E, apesar de ser cedo para comemorar, as últimas edições da competição mostram que quem larga bem costuma conseguir o tão sonhado acesso.

Nas dez edições anteriores da Série B, oito líderes na sétima rodada mantiveram a boa campanha e subiram à elite do futebol nacional.

Somente o Juventude, em 2017 e o Náutico, em 2021, não conseguiram manter o ritmo inicial, perderam fôlego e acabaram caindo de produção após ótimos inícios de disputas.

O líder Cruzeiro soma 16 pontos, quatro a mais que o quinto colocado Novorizontino, primeira equipe fora do grupo dos que sobem para a Série A. A campanha celeste até aqui é de cinco vitórias (quatro seguidas), um empate e apenas uma derrota, os 2 a 0 diante do Bahia na estreia.

O time celeste conta com a semana cheia para treinar e se preparar. O próximo adversário será o Sampaio Corrêa, no Mineirão. As equipes se enfrentam neste domingo, a partir das 11h, pela oitava rodada e o estádio, certamente, estará lotado.

2º Tempo

Marcação serrada! O presidente do Atlético, Sérgio Coelho, esteve na sede da CBF, no final da semana passada, para cobrar o reconhecimento do título do Torneio Campeão dos Campeões de 1937. O clube já estava esperando que o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, assinasse o reconhecimento da conquista do torneio como título brasileiro para tornar tricampeão da competição.

Ao que tudo indica, Coelho buscava entender o andamento da análise da CBF, uma vez que todos os documentos requeridos pela confederação relacionados ao tema foram entregues pelo do Galo. Há uma expectativa grande de que o reconhecimento aconteça nas próximas semanas. Se isso ocorrer, o Galo passará a ser tricampeão brasileiro.

A ação se baseia na lógica adotada pela CBF, que reconheceu os torneios Roberto Gomes Pedrosa e Taça Brasil como títulos nacionais, o que aumentou o número de conquistas de várias equipes.

Disputaram o título do Torneio dos Campeões os vencedores regionais de 1936. Fluminense, pelo Rio de Janeiro, Portuguesa, por São Paulo, e o Rio Branco, pelo Espírito Santo, foram os adversários do Galo, que teve quatro vitórias, um empate e uma derrota.

Links patrocinados MGID