Menu

Álvaro Vilaça

Copa Eldorado já tem 18 equipes confirmadas / Coluna / Álvaro Vilaça / Tempo Esportivo

Após uma semana da data que marcou a abertura das inscrições para a disputa da 29ª edição da Copa Eldorado, 18 agremiações já confirmaram presença na competição.

Copa Eldorado promete agitar os campos de futebol de Sete Lagoas a partir de dezembro. Foto: Divulgação/InternetCopa Eldorado promete agitar os campos de futebol de Sete Lagoas a partir de dezembro. Foto: Divulgação/Internet

Depois de quase dois anos de muita expectativa e risco de novo cancelamento, em função da pandemia do novo coronavírus que assola o planeta desde os primeiros meses de 2020, uma reunião realizada no início do mês, selou o retorno da principal competição de futebol amador do interior de Minas Gerais.

As equipes confirmadas até o momento são: Bar Sem Lona, Curitiba, Industrial, Águia Esporte, Expresso Progresso, NF Amigos, Sociedade Esportiva Santa Rosa, Independente Futebol Clube de Pompéu, Ideal Sport Club, Montreal Esporte Clube, AFP / Cooperlíder, Líder Automóveis e Seguros / Lontra, Paulinho Santo André, Garimpeiro / União do Morro, Reitran, CAP do Progresso, Curiango e Corinthians Esporte Clube já estão inscritos. A tendência é de que a Copa seja realizada com 20 clubes participantes.

Com relação ao calendário, ficou definido que o início do campeonato será no primeiro final de semana de dezembro (04) e o término deverá ocorrer dentro do mês de janeiro de 2022, desde que não haja adiamento de alguma rodada em função do período chuvoso.

A Copa Eldorado 2021/2022 será realizada mediante o cumprimento de todos os protocolos de segurança que forem definidos pelo Programa Minas Consciente, do Governo de Minas Gerais.

Tudo vai depender das condições sanitárias na época da disputa da competição, mas se a primeira rodada estivesse programada para esta semana, por exemplo, seriam poucas as restrições, já que a região de Sete Lagoas avançou para a “Onda Verde” do Programa Minas Consciente. A expectativa é de que a situação esteja melhor em dezembro, quando a maior parte da população adulta, seguramente, já estará vacinada com as duas doses ou a dose única da vacina contra a covid-19.

A premiação da Copa poderá alcançar quase R$ 10.000,00, incluindo dinheiro, troféus e medalhas. O campeão vai receber R$ 4.000,00, o vice receberá R$ 2.000,00 e o terceiro colocado ficará com R$ 1.000,00.

De acordo com o coordenador geral do evento, James Carlos Costa, o Caroba, a reunião com os representantes dos times para a entrega do regulamento e sorteio das chaves será realizada no dia 08 de novembro, quando as questões inerentes à situação sanitária de Sete Lagoas também serão discutidas com todos os envolvidos na competição.

Todas as informações adicionais e as novidades que serão implementadas nesta edição da Copa Eldorado serão divulgadas no decorrer dos próximos dias nas redes sociais da Rádio Eldorado e na programação esportiva da emissora, nos programas Tempo Esportivo (11 horas da manhã) e Eldorado nos Esportes (5 horas da tarde).

Tempo Esportivo

1º Tempo

O empate do último final de semana, em São Januário, no Rio de Janeiro, não foi bom para ninguém! Vasco e Cruzeiro estão cada vez mais complicados na luta pelo acesso na Série B do Brasileirão. Os dois clubes seguem com chances remotas de conseguir uma vaga no G4 e, consequentemente, voltar à elite do futebol brasileiro em 2022.

De acordo com o matemático Tristão Garcia, do site Infobola, o Vasco, que virou o turno da Série B com cerca de 16% de chances de subir, tem hoje apenas 3% de probabilidade de conseguir o acesso. O clube carioca é hoje o 9º colocado com 34 pontos.

Aqui em Minas Gerais, a situação é mais complicada, mas pelo menos não piorou: o Cruzeiro, que hoje é o 13º colocado com 31 pontos, iniciou o segundo turno com apenas 1% de chances de conseguir vaga no G4, e neste momento, se mantém com apenas 1%.

Quem melhorou significativamente sua situação foi o Botafogo, que no início do returno ocupava a 8ª posição, hoje é o 3º, somando 44 pontos e alcançou 86% de chances de voltar à primeira divisão. Acima do Fogão estão Goiás (88%) e Coritiba (97%). O CRB, com 50% de chances de subir, fecha o G4.

Contudo, não há verdade absoluta nas projeções da Série B. Uma sequência de bons resultados é capaz de mudar completamente as perspectivas de uma equipe dentro da competição.

Tendo 13 jogos para disputar até o fechamento do campeonato, o Cruzeiro precisa de um alto índice de aproveitamento: Dos 39 pontos que ainda irá disputar, terá que conquistar ao menos 31 para voltar à elite nacional. Isso significa, portanto, que o clube só pode perder mais 8 pontos nesta reta final.

2º Tempo

O sonho de reconquistar a América persiste no Atlético. Junto a ele estão milhões de reais, valores importantes para a saúde financeira do clube. O duelo com o Palmeiras, que terá o desfecho na terça-feira da semana que vem, em Belo Horizonte, vai definir quem avança à final da Libertadores e leva consigo ao menos mais R$ 31 milhões.

Para o Atlético, somar essa quantia resultará em um acumulado de premiações no ano que superará R$ 86 milhões. Esse montante, se alcançado, corresponde, praticamente, à metade da folha de pagamentos anual prevista pelo clube para 2021. Os dados do custo salarial para toda a temporada foram divulgados pelo Atlético no começo de setembro.

Os R$ 31 milhões que estão em jogo para Atlético e Palmeiras referem-se à premiação a ser paga ao time vice-campeão da Libertadores. Ou seja, quem levar a taça, embolsará uma importância muito superior: R$ 79 milhões de reforço no caixa.

Até agora, o Atlético soma R$ 55,1 milhões de prêmios na atual temporada, referentes às cotas da Copa do Brasil (R$ 15,1 milhões por ter chegado à semifinal) e da Libertadores (R$ 40 milhões por avançar também à semifinal).

Na semana passada, o Atlético divulgou, pela primeira vez na história do clube, as demonstrações financeiras referentes ao primeiro semestre de um exercício. Se a previsão da folha de pagamentos anual, revelada anteriormente pelo clube, é inferior a R$ 180 milhões, o custo total do futebol profissional superou R$ 137 milhões no período entre janeiro e junho de 2021.

Portanto, se chegar às finais das copas e terminar na ponta do Campeonato Brasileiro o Atlético será vitorioso em duas frentes: Oxigenação do caixa e saciedade de títulos para o torcedor!

Links patrocinados