Menu

Democrata já treina com os novos contratados / Coluna / Álvaro Vilaça / Tempo Esportivo

1º Tempo
Não foi legal! Dos camarotes do Mineirão, Sampaoli, suspenso com três cartões amarelos, surpreendeu de uma forma nunca antes imaginada no Atlético. Contra o Bragantino utilizou o, até então preterido, lateral-direito Maílton no time titular, variando em até três esquemas táticos no primeiro tempo. Apesar de o improvisado ponta ter sido a arma mais produtiva do ataque, o time não estava em inspiração ofensiva. No segundo tempo, foi preciso ser mais conservador para o Galo achar a vitória por 2 a 1, se livrar de um resultado muito ruim e aproveitar a rodada de tropeços dos outros concorrentes às primeiras posições da competição para atingir a vice-liderança.

Foto: ReproduçãoFoto: Reprodução

Além da parte técnica, a questão física pareceu estar comprometida. O Atlético completou a sétima semana seguida após o retorno dos jogos atuando sem parar.

Mas Sampaoli errou, ainda que seja um treinador diferente de todos, com uma criatividade ilimitada. Errou, não pela entrada de Maílton, que não foi o pior em campo. Porém, por não ter tido mais posse de bola pelo meio, com a equipe exagerando nos lançamentos aos pontas, e pouca presença na área adversária, em jornada ruim de Eduardo Sasha, que ainda errou pênalti e quase complicou o Atlético.

Na rodada anterior, contra o Santos, na Vila Belmiro, com dez atletas em campo (o goleiro Rafael havia sido expulso), Sampaolli terminou o jogo 5 atacantes e nenhum volante em campo. Diante do Bragantino, um time que ocupa a lanterna do Brasileirão, atuando em casa, usou 03 zagueiros e 03 laterais, e mesmo diante de um resultado negativo até os minutos finais da partida o treinador argentino não se abdicou da formação com os 03 zagueiros. Ficaram no banco sem serem utilizados os atacantes Marquinhos e Marrony, além do questionado armador Hyorran. Qual seria a lógica desta decisão? Sabemos que ele é um treinador diferenciado, inovador, corajoso e estrategista, mas é preciso rever isso, para não exagerar na dose, senão o encanto pode acabar. Vale a pena refletir sobre isso!

2º Tempo

O triunfo diante do Vitória, no Mineirão, serviu de alento para o torcedor do Cruzeiro, depois de seguidos protestos por atuações (e principalmente resultados) ruins. A estreia de Ney Franco, na semana passada, deixou esperança, não só pelo que o time apresentou, mas principalmente pelo que mostrou que pode apresentar. Foram apenas dois dias de treinos. Nenhum técnico implementa filosofia nesse tempo, mas já deu, pelo menos, para ver que há uma ideia de jogo que fez o time crescer de forma coletiva e individual. Embora o gol da vitória só tenha sido assinalado no segundo tempo, a Raposa não correu riscos, foi superior a maior parte do tempo e mereceu a vitória diante dos baianos.

O Cruzeiro ainda terá que apresentar muito mais para recuperar os pontos perdidos com a punição da Fifa e com a improdutividade dos últimos jogos. O elenco ainda precisa de peças. Marquinhos Gabriel (já no BID) e Iván Angulo (que depende da reversão da proibição no registro de jogadores) têm tudo para ser boas alternativas nesse esquema de Ney Franco. Por indisciplina no Coritiba, o atacante Sassá também está voltando ao clube. O setor de marcação do time ainda carece de ajustes, assim como o aproveitamento nas finalizações, mas a intensidade apresentada pela equipe e algumas boas atuações individuais reacendem a esperança pelo acesso. É preciso uma boa arrancada, a partir de agora, para que o Cruzeiro se aproxime no G4. Neste momento a diferença está em 08 pontos para o quarto colocado.

Democrata já treina com os novos contratados

Há uma semana o Democrata voltou às atividades esportivas, retomando os preparativos para a sequência do Campeonato Mineiro do Módulo II, paralisado desde o mês de março, por causa da pandemia do Covid-19.

O Jacaré, assim como as outras agremiações participantes, precisa seguir um rígido protocolo de saúde, estipulado pela Federação Mineira de Futebol (FMF) em conjunto com a Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais. O primeiro jogo após a paralisação em decorrência da pandemia da Covid-19 será no dia 10 de outubro, contra o Ipatinga, fora de casa. Em quinto lugar com 9 pontos, a diretoria refez o planejamento com foco no acesso à divisão principal do futebol mineiro. O time de Sete Lagoas não disputa a Primeira Divisão Estadual desde 2008.

Paralisado desde o dia 16 de março, o Módulo II teve a fórmula de disputa preservada. Assim, restam cinco rodadas até o fim da primeira fase, além do Quadrangular Final, que será disputado no sistema de todos contra todos, em ida e volta.

O retorno seguirá um protocolo de segurança, e os clubes terão que arcar com os testes de Covid-19 exigidos. A princípio, os protocolos serão os mesmos que foram aplicados na elite estadual, com as partidas realizadas com portões fechados.

O Democrata se reforçou durante a paralisação da competição. Confira a seguir cada um dos atletas que foram contratados para ajudar a equipe a voltar à divisão principal do futebol mineiro.

Rian, atacante que tem passagens por América e União Luziense e que estava no Estrela do Norte / ES desde 2017.

Vinícius, volante de 21 anos, é uma revelação do Sport Recife / PE. Passou pelas categorias de base do clube pernambucano entre 2012 e 2019, conquistando os campeonatos estaduais nas categorias sub-15, sub-17 e sub-20, sendo esse último por três vezes. Além disso, ele também foi vice-campeão da Copa do Brasil sub-20.

Diogo Pereira é um atacante, de 30 anos. Ele estava atuando pelo Nam Dinh, do Vietnã. Com passagens pelo Guarani / SP, Bragantino / SP, Noroeste / SP, Marilia / SP, Novo Hamburgo / RS, CA Juventus / SP, J Malucelli / PR, ele acumula os títulos do Campeonato Paulista – A3, Copa Paulista e Região Metropolitana (RS), além de três acessos.

O meia atacante Yan, de 24 anos e que também atua como lateral esquerdo, tem passagens pelo Internacional – RS, ABC – RN, Boa Esporte – MG, Operário – MT e pelas categorias de base da Seleção Brasileira. Ele já se sagrou campeão sul-americano sub 15 pela Seleção Brasileira, campeão Gaúcho (2016), campeão Potiguar (2018) e vice campeão mato-grossense (2019).

O atacante Alan Júnior tem 22 anos e é uma aposta do clube para reforçar o ataque.

O goleiro Filipe Panek foi contratado para suprir a saída do carioca Leo Flores. Ele tem 32 anos e atuava pelo Águia Negra – MS, se sagrou campeão estadual pelo clube em 2019. Além do título com o Águia Negra, Filipe também conquistou o título estadual pelo Rio Branco – AC em 2015 e pelo Sete de Setembro – MS em 2016. Ele também conseguiu o acesso pelo Operário – PR em 2009 e Operário – MS em 2015.

O zagueiro Carciano está de volta ao Jacaré. O capitão, que ajudou o clube a subir da Terceira Divisão para o Módulo II, retornou para reforçar a zaga do Jacaré. Ele foi emprestado pelo Coimbra de Contagem:

A seguir, os jogos restantes do Democrata na primeira fase do Campeonato Mineiro do Módulo II:

10/10 – Ipatinga x Democrtata
17/10 – Democrata x Pouso Alegre
21/10 – Democrata Governador Valadares x Democrata
24/10 – Mamoré x Democrata
31/10 – Democrata x Serranense

Copa Libertadores da América de casa nova

A Copa Libertadores tem uma nova casa na TV aberta brasileira: o SBT. A emissora de Silvio Santos fechou acordo com a Conmebol, tomou o tradicional lugar da Rede Globo e transmitirá a principal competição sul-americana até 2022.

O SBT terá o direito de transmitir dois jogos por rodada, sempre às quartas-feiras no horário das 21h30 (de Brasília). A emissora vai herdar as partidas que a Globo já havia escolhido previamente antes de romper o seu contrato com a Conmebol.

Desta forma, os jogos de estreia do SBT serão os de Palmeiras e Grêmio na próxima quarta-feira. O time do técnico Vanderlei Luxemburgo visita o Bolívar, em La Paz, pela terceira rodada do Grupo B. A equipe de Renato Gaúcho encara a Universidad Católica, também como visitante, no Chile, pelo Grupo E.

O torneio continental será retomado nesta terça-feira, após um longo período de paralisação por causa da pandemia do novo coronavírus. Os últimos jogos haviam sido disputados no dia 12 de março.

Com o pacote de jogos livre no mercado, a Conmebol procurou outras emissoras interessadas na transmissão do torneio. A negociação mais bem-sucedida foi com o SBT, que possui alcance significativo em território nacional e já mostrou ser bem-sucedida em transmissões de futebol neste ano com a exibição da final do Campeonato Carioca entre Fluminense x Flamengo.

Como a redução do valor de contrato não foi aceita pela Conmebol, o SBT deve pagar a mesma quantia que seria paga previamente pela Globo. Ou seja, cerca de U$ 60 milhões (R$ 316 milhões na cotação atual).

Álvaro Vilaça é formado em Comunicação Social e Marketing, apresentador de TV, ex-narrador e ex-repórter esportivo da Rádio Inconfidência de Belo Horizonte, Diretor de Programação e Coordenador de Esportes da Rádio Eldorado e do Jornal Hoje Cidade. Também é o responsável pela coluna de Esportes do Jornal Notícia e é professor de Negociação, Compras e Marketing das Faculdades Promove de Sete Lagoas. Pós-Graduado em Administração e Marketing.




Publicidade
Publicidade

Links patrocinados