Menu

Democrata estreia no Módulo II em abril / Coluna / Álvaro Vilaça / Tempo Esportivo

A Federação Mineira de Futebol confirmou os jogos da primeira rodada do Módulo II do Campeonato Mineiro. A segunda divisão do estadual começa no dia 27 de abril.

Foto: Divulgação/DFCFoto: Divulgação/DFC

Com 12 times na disputa, toda a primeira fase será realizada em turno único, com os melhores colocados se classificando para o hexagonal final. Nessa fase, os duelos serão realizados em jogos de ida e volta. Ao final do campeonato, os dois primeiros colocados se classificam para a elite do futebol mineiro na próxima temporada. Portanto, para conseguir o acesso, o Jacaré terá que entrar em campo 21 vezes ao longo da competição.

A primeira fase do Módulo II do Campeonato Mineiro termina em 11 de junho, com o hexagonal final começando uma semana depois e se encerrando no dia 30 do mesmo mês.

Veja os jogos da primeira rodada:

Varginha x Uberaba
Tupynambás x Boa Esporte
Coimbra x Nacional
Betim x Democrata
Aymorés de Ubá x União Luziense
Ipatinga x Tupi

O primeiro jogo do Democrata, em casa, nesta edição do Módulo II está previsto para um sábado, 30 de abril, diante do Varginha, às 15:30.

Tempo Esportivo

1º Tempo

Pelo terceiro ano seguido, o Cruzeiro enfrentou o Atlético em contexto de um time que está na Série B e tem investimentos muito mais modestos que o rival. E, mais uma vez, afastou o temor externo criado de um possível passeio e competiu diante de um rival superior que ficou perto de perder pontos até o minuto final da partida.

Se uma parte de quem criou expectativa do clássico esperava um amasso do Atlético, viu que o Cruzeiro competiu desde o começo, ao seu modo, e flertou com a segunda vitória seguida no duelo. Mas sucumbiu nos minutos finais, assim como em 2020, levando a virada de 2 a 1.

No clássico com o Atlético, o Cruzeiro tira de positivo a organização em campo mostrada durante boa parte do jogo. Jogadores comprometidos com o posicionamento e as funções defensiva e ofensiva. Foi assim que o time conseguiu conter inúmeras investidas do Atlético.

O Galo, campeão de quase todos os campeonatos que disputou recentemente, teve mais volume ofensivo, mas parou no último passe e numa defesa, em boa parte do tempo, firme. Rafael Cabral apresentou grandes defesas durante o jogo.

A julgar pelo que se viu no clássico de domingo, o cruzeirense pode sim ter esperanças de que a trajetória do time em 2022 tende a ser muito melhor do que nas duas últimas temporadas.

2º Tempo

Proposta modesta! Interessado em ampliar seus negócios no futebol da América do Sul, o City Football Group, dono do Manchester City e de vários outros clubes pelo mundo, fez proposta para comprar o Atlético.

A oferta está estimada em cerca de R$ 1 bilhão e inclui a aquisição de 51% de potencial clube-empresa atleticano, que seria criado sob a estrutura de Sociedade Anônima do Futebol (SAF).

A princípio, a oferta não agradou a cúpula atleticana. Dirigentes consideram que o valor proposto ainda é baixo. Eles trabalham com uma estimativa de valor de mercado próximo a R$ 2 bilhões.

Hoje, os gestores alvinegros sabem que o Atlético precisará encontrar maneiras para se sustentar, sem depender de novos aportes dos mecenas. É nesse contexto que entra um estudo meticuloso que vem sendo feito em relação à possibilidade de abertura da SAF, porém sem pressa, para não haver perda de valores na negociação.



Publicidade

Links patrocinados MGID