Menu

O Nascimento do Espiritismo / Coluna / Delanne Lavarini / Espiritismo e Você

A partir de 1847, o lar da família Fox, em Hydesville no Estado de New York, foi perturbado por ruídos inexplicáveis, que tiravam o seu sono. A série desses eventos, o exame rigoroso que foi feito (pelo menos três comissões foram nomeadas), assim como as acusações e as perseguições nascidas dos fanatismos religiosos, tiveram uma grande repercussão na Europa.

Allan Kardec — Foto: ReproduçãoAllan Kardec — Foto: Reprodução

O fenômeno das mesas girantes decorreu por volta de 1850, expandindo-se largamente pelo mundo, e confirmava a hipótese da manifestação de forças inteligentes intervindo sobre o plano físico.

Esses fenômenos se descortinam na explanação de Delanne Lavarini em consequência dos fatos que foram frequentemente acolhidos com grande incredulidade, mas atraíram também a atenção dos homens de ciência, que se puseram a observar e estudar seriamente a fenomenologia mediúnica, descartando rapidamente a hipótese de fraudes.

Entre eles a figura de Allan Kardec. Foi em 1854 que ele ouviu falar das mesas girantes e das manifestações inteligentes. Cético de início, adotou, entretanto, uma atitude correta ao aceitar assistir às experiências, empreendendo depois seus sérios estudos do Espiritismo. Sem nunca elaborar uma teoria preconcebida ou prematura, aplicou o método experimental pela observação rigorosa e meticulosa dos fenômenos.

Analisando não somente o aspecto externo dos fenômenos, mas também o teor muito coerente das melhores comunicações recebidas, ele aplicou o princípio da causalidade: os efeitos inteligentes devem ter uma causa inteligente. Esta causa inteligente definiu a si mesma como sendo um espírito, ou princípio inteligente dos seres humanos, sobrevivendo à morte que não é senão a destruição do corpo físico.

A História das Ciências nos dá numerosos exemplos de descobertas que necessitaram de um longo período de lutas para vencer a resistência e mesmo a oposição da maioria ancorada às ideias em vigor. No século XX, o Espiritismo conheceu um desenvolvimento importante no Brasil onde hoje mais de uma dezena de milhões de Espíritas frequentam mais de 5500 associações. Os Espíritas pertencem a todas as classes sociais, dos mais modestos aos mais intelectuais. Há associações espíritas nas favelas, no meio dos operários, nas universidades, entre os médicos, psicólogos, psiquiatras, profissionais da comunicação, filósofos, militares, etc. Numerosas obras complementares cobrindo todos os aspectos da pesquisa e das aplicações da doutrina espírita têm sido publicadas.

Certamente o Espiritismo conheceu um desenvolvimento mais lento nos países industrializados, onde as tradições religiosas, a indiferença dos homens e seu apego às coisas materiais são mais fortes.

Todavia, é imperativo distinguir os trabalhos sérios daqueles trabalhos e obras de Kardec lançados desde a fundação do Espiritismo e seu real nascimento como mostra o programa de hoje de Delanne Lavarini. Confira agenda de palestras de Delanne Lavarini no seu Canal no Youtube: Delanne Lavarini para o mês de Março de 2020.

Delanne Lavarini é orador e escritor espírita. Lançou dois CDs e escreveu dois livros. Fundou o Centro Espírita Cristão Emmanuel, onde é o Presidente e fundou o Projeto Adote uma Família. Na atualidade mantém um programa de Televisão na TV JORNAL CIDADE DE POUSO ALEGRE/MG e também uma coluna no Jornal Espírita em Itajaí/SC.