Menu

Ovo é saudável / Coluna / Pauline Moura / Nutrição

Há diversos mitos e verdades sobre alimentação, e especialmente quando o assunto é “ovo”, muitas pessoas serão a favor, mas muitas outras pessoas ainda têm muitas dúvidas e inseguranças.

Foto Ilustrativa/Reprodução: InternetFoto Ilustrativa/Reprodução: Internet

É bastante freqüente a pergunta no consultório: “Afinal, quantos ovos posso comer por dia?” Mas, hoje eu quero deixar as pessoas felizes com a notícia: O ovo está absolvido! É tanto medo de comer ovos que as pessoas precisam ouvir repetidamente: pode comer!

O ovo é muito nutritivo. Ele é composto por: ácidos graxos saturados e insaturados, 20 aminoácidos, 14 minerais, 12 vitaminas, carotenóides. Merece destaque: vitamina B12, folato, vitaminas A, D, E, K. Aminoácidos/Proteínas (20% das proteínas que necessitamos diariamente é proporcionada por 1 ovo), fosfatidilcolina (também chamada de Lecitina) e os carotenóides luteína/zeaxantina.

Mas, porque se falou tão mal deste alimento por tanto tempo?” O poder que a indústria alimentícia tem de influenciar o consumo de alimentos fez o ovo ser “apedrejado” e levado a má fama de ser um alimento que aumenta o colesterol no sangue. Porém, essa hipótese já foi descartada. Há muitas décadas atrás, lá pelos anos 1960, pesquisas comprovaram erroneamente que o colesterol da alimentação elevava o colesterol no sangue. Na verdade, essas pesquisas foram manipuladas por cientistas, indústria alimentícia e farmacêutica na época, em função dos seus interesses. Na verdade, até o momento, não existe nenhum estudo científico que comprove que o ovo é o alimento que aumenta o colesterol! Toda a medicina e a população leiga foram levadas a acreditar nessa ideia, que até hoje nos assombra e é difícil de reverter essa mentalidade.

Existem muitas formas saudáveis de preparar o ovo.

Se você tiver alguma e quiser me enviar para postar no ícone receitas do meu instagram @paulinecmoura vou adorar!

Um grande abraço e até a próxima!

Mestra em Educação em Diabetes (IEP Santa Casa), pós-graduada em Nutrição Humana e Saúde pela UFLA, Graduada em Nutrição pela UFOP. Atua na área de educação como docente na FCV (Faculdade Ciências da Vida), também atua na área clínica com atendimentos na clínica TOPFIT e atendimentos personalizados em casa (Personal Diet) e na área da saúde pública na Prefeitura Municipal de Sete Lagoas.





Publicidade

Links patrocinados