Menu

Netflix por todos e ódio acima de tudo / Coluna / Vanessa Stehling / Cultura Pop

Começo minha dissertação com uma frase que não sei quem criou, mas parece ser da Clarisse Lispector: “Quem não tem haters não tem lovers”. Em meu último texto desta belíssima coluna, falei sobre o filme “365 dias”. E tive comentários lindos de pessoas mal amadas sexualmente ou de uma religião muito específica e rígida que não pode assistir filmes com homens semi-nus. E olha... Amei! Juro! Podem comentar, deixar o seu palpite que vou ler com muito carinho e piorar minha interpretação aqui.

E vamos de mais dicas pra você assistir, pois, sei que, quando a vacina do Coronavírus for acessível, o Netflix vai ser uma das primeiras coisas a serem deixadas de lado.

DICA DE FILME: Rede de Ódio

Lançado recentemente na Netflix, o filme é daqueles com pouco diálogo e muita coisa pra se pensar. De origem polonesa, chama atenção com o diretor que já tem filme indicado ao Oscar 2020.

Foto: ReproduçãoFoto: Reprodução

Na trama, o jovem Tomasz que acabou de ser expulso da faculdade por cometer plágio, e acaba recebendo a oportunidade de trabalhar em uma empresa especializada em produzir Fake News. Acompanhamos a história inteira pela ótica do personagem principal, e é difícil o espectador criar algum vínculo com ele, pois, desde começo ele já se mostra ser um sociopata calculista, e quando ele entra nesse mundo de criação de conteúdo tóxico na internet, ele se afunda ainda mais nessa personalidade, que é escancarada pelo seu semblante frio e sem expressão, e o diretor usa isso a seu favor, se apoiando em closes na face do ator, demonstrando um total de 0 emoção.

Com uma trama complexa e super atual, ‘Rede de Ódio’ reflete sobre a nociva e angustiante indústria do ódio e das fake news, e levanta o alerta sobre o quanto somos manipuláveis nas redes sociais.

DICA DE SÉRIE: Desejo Sombrio

Alerta de conteúdo “picante”. Já avisando pra não atrapalhar os discípulos do reino puro. Pois bem, a série é ótima, parece uma novela mexicana e tem 46825 episódios, mentira, tem 18, mas pra mim, foi uma eternidade. Lembra da Lupita, personagem da novela Rebelde? Ela faz o papel principal, e quem julgava que ela não pegava ninguém nos alvos tempos de RBD, o diretor teve piedade e logo lascou um novinho sarado e de “responsa” na mão dela.

Desejo Sombrio traz em sua trama um romance proibido, e o que era para ser apenas uma aventura amorosa, acaba se tornando obsessão e podem cambiar o rumo da história.

É isso! Espero que gostem e até a próxima.

Graduada em Publicidade e Propaganda, pós-graduada em Rádio e TV. Ilustradora, designer, metida a sinuqueira e telespectadora assídua de séries e filmes em alta velocidade.





Links patrocinados