Menu

Nem tudo da Netflix é bom e eu posso provar! / Coluna / Vanessa Stehling / Cultura Pop

Sinceramente, eu não sei como a Netflix tem coragem de aceitar certos filmes e qual é o motivo, já que o objetivo é entreter os diversos tipos de público.

Foto ilustrativa/Reprodução: InternetFoto ilustrativa/Reprodução: Internet

Listei aqui alguns filmes que PELAMOOORRRDEDEEUUSS, QUE PORCARIA, e olha que nem é porque eu, Vanessa, no ápice do meu achismo sommelier cinéfila deu essa opinião, foi depois de ter perdido horas da minha vida assistindo, entrar no YouTube, pesquisar e encontrar formadores de opiniões entendidos no assunto com a mesma crítica. Enfim, chega de enrolação e vamos ao Oscar de piores filmes segundo o mundo:

POR TRÁS DA INOCÊNCIA: Beudeus... Se esse filme fosse representado por um meme, seria: "tava ruim, mas parece que piorou!". O filme era pra ser um thriller, com suspense, com um softporn... Mas ERA PRA SER, quis e acabou não sendo nada com nada. Sinopse: Depois que uma romancista de sucesso sofrendo de bloqueio criativo contrata uma nova babá para seus filhos, a linha entre ficção e realidade começa a se confundir. Gente, sério! Essa linha de confusão não é explicada em momento algum, então, além de não entender, ele não é dito. NÃO ASSITAM!

ISI & OSSI: Anem, gente. Nem os romances da Sessão da Tarde são tão “mamão com açúcar” como esse. Sabe aqueles filmes que você acha que vai acontecer alguma coisa e com 3 segundos, acontece mesmo? Suuper previsível e chaatoo... Vamos de sinopse: Isi é uma menina bilionária, até o dia ela se revolta e decide largar seu padrão de vida no castelo e ir para a zona pobre, arranjar um emprego numa lanchonete de quinta categoria e, de quebra, arranjar um namorado de mentirinha, Ossi, tudo para afrontar os pais e fazê-los lhe dar sua autonomia financeira. Aposto que você já dormiu só de ler essa sinopse.

CRIME E DESEJO: É com aquela atriz que faz a Daenerys de Game of Thrones, a Emilia Clarke. O filme, na verdade, não é ruiiimm...Como ele é baseado em fatos reais, a história real é ruim. Sinopse: Agente do FBI chega a uma pequena cidade para investigar série de roubos a banco. Ele logo se aproxima de uma jovem viciada para obter informações, mas acaba se envolvendo com ela e vive um caso perigoso. A mulher sofre demais, gente. Quando você vê que o trem vai melhorar, piora! Estamos em plena pandemia, merecemos um tiquinho de coisa boa e esse filme não traz.

TODOS OS MEUS AMIGOS ESTÃO MORTOS: Pensa num filme ruuuuuim, mas ruuuim! A história começa do final pro início e no primeiro minuto, vimos uma pós festa com TODOS os convidados mortos. Um assassinado, outro suicida, outro eletrocutado... Daí, você pensa: carai, esse filme promete! Depois, pula pro segundo minuto, o filme transforma numa mistura piorada de American Pie, com umas piadinhas sem sentido, você até fica até o final, descendo quadrado por guela abaixo, afinal, quer saber porque todo mundo morreu. E que RESULTADO HORRÍVEL! Ah! Quer passar mais raiva? Quando o filme acabar, não desligue sua tv, tem pós créditos com os convidados mortos em uma festa.

É isso, espero que tenha ajudado a você não perder o seu precioso tempo. Abraço e até a próxima.

Graduada em Publicidade e Propaganda, pós-graduada em Rádio e TV. Ilustradora, designer, metida a sinuqueira e telespectadora assídua de séries e filmes em alta velocidade.






Links patrocinados